Linguagem Natural e Formal na Semiosfera da Aprendizagem Matemática: o caso da Geometria para a formação do Pedagogo

Méricles Thadeu Moretti, Selma Felisbino Hillesheim

Resumo


Estudos dão conta da fragilidade da formação matemática do professor pedagogo, em particular, essa fragilidade acentua-se ainda mais para o caso da geometria. Tal formação insuficiente influencia diretamente o processo de ensino e aprendizagem da geometria nos anos iniciais do ensino fundamental que é o momento inicial de preparação para o desenvolvimento do olhar, imprescindível à aprendizagem da geometria. Nesse trabalho pretendeu-se discutir, a partir da Semiosfera do Olhar que é um espaço que congrega diversos sistemas semióticos e que visa o desenvolvimento do olhar em geometria, elementos indicativos de orientação à formação para professores pedagogos. Pensamos que os conjuntos integrados desses sistemas semióticos voltados ao avanço da aprendizagem do olhar em geometria podem fundamentar ações de ensino que visam à aprendizagem em geometria dos alunos dos anos iniciais do ensino fundamental.


Palavras-chave


Formação de professores; Semiosfera do olhar; Apreensões em geometria.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.36397/emteia.v9i1.235848

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

ISSN 2177-9309

Contato: revista.emteia@ufpe.br