Uma sequência didática e o ensino de Matemática no contexto da/pós pandemia COVID-19: discutindo o acesso, a viabilidade e as possibilidades

Márcia Azevedo Campos, Luiz Márcio Santos Farias, Cláudia Cristiane Andrade Barros

Resumo


Este artigo traz à discussão uma atividade de experimentação, recorte de uma Sequência Didática elaborada para um estudo de tese e aplicada em três turmas do no 6º. Ano do Ensino Fundamental e aqui discutida para o contexto na/pós Pandemia do COVID-19. Discute-se o isolamento social e suas consequências na educação básica, em especial na sala de aula de matemática da escola pública, onde se desenvolveu o estudo. Questiona-se a viabilidade e as possibilidades de implementação de tarefas matemáticas em meio virtual, na modalidade de ensino remoto, hibrido e com uso de tecnologias. Discute-se os novos rumos da educação no contexto ora implantado na sociedade, como a situação do profissional docente frente às (novas) modalidades de ensino. A sequência didática constou de oito momentos distintos com atividades elaboradas visando observar o desenvolvimento do pensamento algébrico. A análise a priori da atividade de experimentação que aqui trouxemos nos revela possibilidades de aplicação da sequência em meios virtual, semipresencial ou hibrido, visto que a resolução de problemas em linguagem natural, que é clara e acessível, favorece o desenvolvimento do pensamento algébrico e sua observação pelo professor seja através de registros escritos, figurais ou orais.

Palavras-chave


Pandemia; ensino; matemática; sequência didática; viabilidade.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.36397/emteia.v11i2.247802

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

ISSN 2177-9309

Contato: revista.emteia@ufpe.br