ENSINO E CONSTRUÇÃO DO CONCEITO DE PAISAGEM A PARTIR DO RECURSO DIDÁTICO FOTOGRAFIA: UMA REFLEXÃO DO ESTÁGIO DE REGÊNCIA EM GEOGRAFIA

Sarah Moura Batista dos Santos, Leila Thomaz Melo, Marize Damiana Moura Batista e Batista

Resumo


Este artigo se constitui como produto de um conjunto de reflexões realizadas durante o Estágio Supervisionado em Geografia da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS), realizado numa turma de 7º ano do ensino fundamental em uma escola da rede municipal. Na procura de compreender mais claramente como os alunos entendem a paisagem, foram realizadas atividades com fotografias, considerando-a enquanto recurso didático. O uso da fotografia possibilita ao educando caminhos alternativos para a construção do conhecimento. Durante a prática no estágio observou-se certa dificuldade nos educandos na compreensão da concepção da categoria geográfica paisagem, pois, os estudantes faziam apenas uma descrição da mesma através da fotografia e não se entendiam como sujeitos sociais que atuam nas paisagens e interferem na organização do espaço. O trabalho desenvolvido auxiliou o educando na relação com o espaço vivido, em comparação com outros espaços e na importância das relações sociais expressas no intervir da sociedade sobre o meio.  Concluímos que este trabalho constituiu um valioso instrumento de pesquisa nos tornando professoras reflexivas, capazes de refletir e intervir no contexto ao qual estamos inseridos, questionando e problematizando esses contextos.

Palavras-chave


Ensino; conceito de paisagem; fotografia.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.51539/2594-9616.2019.240458



INDEXADORES E BASE DE DADOS

 

 

 

  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Autores que publicam nesta revista concordam com os seguintes termos: a) Autores mantém os direitos autorais e concedem à  revista o direito de primeira publicação, com o trabalho licenciado sob a Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional. b) Autores têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho online (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal), já que isso pode gerar alterações produtivas, bem como aumentar o impacto e a citação do trabalho publicado. c) Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de uso gratuito, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais.