A IMPORTÂNCIA DAS PRÁTICAS E RECURSOS DIDÁTICO-PEDAGÓGICOS PARA O ENSINO DE GEOGRAFIA

Ana Cláudia Araújo Diniz, Mircia Ribeiro Fortes

Resumo


Na atualidade, contrapondo o que é especificado na legislação educacional do Brasil, o foco do ensino de maneira geral permanece apenas visando à formação para o mercado de trabalho, deixando de lado a formação integral prevista pela Constituição Federal e pela Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Trata-se de um ensino com características tecnicistas e descontextualizado no tocante às diferentes realidades dos discentes no contexto nacional. Nota-se que neste formato de ensino, prevalecem métodos e recursos antiquados que distanciam os estudantes do ambiente escolar, pois as aulas se configuram a partir de uma perspectiva em que apenas o professor detém o conhecimento. Pode-se observar, a partir destes fatos, que há uma dissociação do ensino escolar geográfico em relação à realidade, da mesma forma que a sua aplicabilidade tem dificultado sobremaneira o processo ensino-aprendizagem, já que os professores, bem como os futuros professores, têm dificuldades em romper com as práticas tradicionais de aula e de desenvolver práticas pedagógicas mais ligadas ao contexto atual. Isto posto, é notório que o uso de linguagens como filmes, jogos, obras literárias, aulas de campo (visitas técnicas), charges, tirinhas, músicas, entre outros recursos que detêm uma potencialidade educacional, tanto quanto ou maior que o livro didático. Nessa perspectiva, tem-se aqui a pretensão de mostrar as possibilidades de práticas e metodologias promissoras ao ensino de geografia que podem ser consideradas como facilitadoras no processo ensino-aprendizagem.


Palavras-chave


Ensino de Geografia; Formação de professores

Texto completo:

PDF

Referências


BARBOSA, J. L. Geografia e cinema: em busca de aproximações e do inesperado. In: CARLOS, A. F. A.(Org.). A geografia na sala de aula. São Paulo: Contexto: 2013.

BASTOS, A. P. Recursos didáticos e sua importância para as aulas de Geografia. In: Conhecimento Prático: Geografia. São Paulo, n. 37, maio 2011, p. 44-51.

BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais: Ensino Médio. Brasília: MEC/SEF, p.1-23, 2000.

BROTTO, F. O. Jogos cooperativos: se o importante é competir, o fundamental é cooperar. Santos-SP: Re-Novada, 1999.

CALLAI, H. C. A Geografia e a escola: muda a geografia? Muda o ensino? In: Terra Livre. São Paulo, n. 16, p. 133-152, 1 sem., 2001.

_____. Estudar o lugar para compreender o mundo. In: CASTROGIOVANNI A.C. (Org.). Ensino de Geografia: práticas e textualizações no cotidiano. Porto Alegre: Mediação, 2009.

CASTELLAR, S.; VILHENA, J. Ensino de Geografia. São Paulo: Cengage Learning, 2012.

CHOPPIN, A. História dos livros e das edições didáticas: sobre o estado da arte. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 30, n. 3, p. 549-566, set./dez. 2004.

FINATTI, R.; FERRAZ, C. B. O. Linguagem geográfica do jogo de xadrez: uma aproximação ao conceito de território e ao processo de ensino-aprendizagem. In: NUNES, F. G. (Orgs.). Ensino de geografia: novos olhares e práticas. Dourados, MS: UFGD, 2011.

MOURA, J. D. P.; ALVES, J. Pressupostos teórico-metodológicos sobre o ensino de geografia: Elementos para a prática educativa. Geografia, Londrina, v.11, n.2, p. 309-319, jul/dez. 2002.

PONTUSCHKA, N. N. A Geografia: pesquisa e ensino. In: CARLOS, A. F. A. (Org.). Novos caminhos da Geografia. 5 ed. São Paulo: Contexto, 2010.

SANTOS, B. dos; SANTOS, P. R.; NOVAES, L. M. Práticas de ensino através da linguagem não verbal. In: Revista Eletrônica da Faculdade José Augusto Vieira, Lagarto, ano VII, v.7, Agosto, 2014.

SOUZA, H. R. de; SOUZA, P. P. Q.. O mundo de Mafalda: ensinando e aprendendo Geografia através de outras linguagens. In: PORTUGAL, J. F.; OLIVEIRA, S. S. de; PEREIRA, T. R. D. S. (Orgs.). (Geo)grafias e linguagens: concepções, pesquisas e experiências formativas. 1 ed. Curitiba: CRV, 2013.

SILVA, I. A.; BARBOSA, T. O ensino de geografia e a literatura: uma contribuição estética. In: Caminhos de Geografia. Uberlândia, v.15, n.49 mar/2014. P.80-89.

SILVA, J. L.B. O que está acontecendo com o ensino de geografia? – Primeiras impressões. In: PONTUSCHKA, N.N; OLIVEIRA, A.U de. (orgs.) Geografia em perspectiva: ensino e pesquisa. São Paulo: Contexto, 2002.

VESENTINI, J. W. (et. al). Geografia e ensino: textos críticos. Campinas, SP: Papirus, 2007.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista Ensino de Geografia (Recife) - ISSN: 2594-9616



INDEXADORES E BASE DE DADOS