A AVALIAÇÃO ESCOLAR E O APRENDIZADO GEOGRÁFICO: UMA REFLEXÃO NECESSÁRIA

Vanessa Manfio

Resumo


A avaliação escolar é uma etapa fundamental dentro do processo de ensino, pois através dela se aprecia e examina o aprendizado dos alunos. Por isso, neste artigo buscou-se discutir a avaliação escolar, refletindo a posição teórica de alguns pesquisadores sobre o assunto, para contribuir com a temática, possibilitando avanços na educação, e, sobretudo no Ensino de Geografia. Na Geografia a realidade e a prática devem ser valorizadas no contexto avaliativo, associado com os conceitos e fenômenos tratados por esta ciência. Para alcançar o objetivo proposto utilizou-se a abordagem bibliográfica, partindo da análise de leituras, interpretação e confronto de ideias de autores reconhecidos nesta área do conhecimento. Assim, com o presente estudo foi possível reconhecer que a avaliação escolar precisa mediar, ser crítica, planejada e dialogada, se concretizando, ao longo do processo de ensino, na sua totalidade, para favorecer o aprendizado.

Palavras-chave


Avaliação escolar; Ensino-aprendizagem; Geografia.

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. PCNs – Parâmetros Curriculares Nacionais: Geografia. Brasília: MEC/SEF, 1998. 158 p.

CASTROGIOVANNI, A.C. Ensino da geografia: caminhos e encantos. Porto Alegre:

EDIPUCRS, 2007.

DEMO, P. Mitologias da avaliação: de como ignorar em vez de enfrentar problemas. Campinas-SP: Autores Associados, 1999.

DUARTE, C. E. L. Avaliação da aprendizagem escolar: como os professores estão praticando a avaliação na escola. Holos, ano 31, v. 8, p. 53-67, 2015.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: Saberes necessários à prática educativa. 3ed. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

GATTI, B. A. O professor e a avaliação em sala de aula. Estudos em avaliação educacional. São Paulo, n. 27, p. 97-114, jan./jun. 2003.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

HOFFMANN, J. Avaliação Mediadora: uma prática em construção da pré-escola á universidade. 14. ed. Porto Alegre: Mediação, 1998.

____________. Avaliar para promover: as setas do caminho. Porto Alegre: Mediação, 1ed. 2010.

KAERCHER, N. A. A geografia é o nosso dia-a-dia. Boletim Gaúcho de Geografia. Porto Alegre, N° 21, p.7-192, Ago. 1996.

LIBÂNEO, J. C. Didática. São Paulo: Cortez/Coleção Magistério 2° Grau Série Formando Professor, 1994.

LUCKESI, C. C. Filosofia da Educação. São Paulo: Cortez, 1994. (Coleção Magistério. 2º grau. Série formação de professor).

_____________. Avaliação da aprendizagem Escolar. 6. ed. São Paulo: Cortez, 1997.

LUZ NETO, D. R. S. Fundamentos teóricos para o desenvolvimento do raciocínio geográfico na educação básica. Revista Ensino de Geografia, Recife, v.2, n.2, p.1-17, maio/ago, 2019.

MACEDO, L. Ensaios Pedagógicos: como construir uma escola para todos. Porto Alegre: Artmed, 2005.

MANFIO, V.; SEVERO, M. D.; MEIER, M. A. Geografia e avaliação escolar: uma tarefa complexa no processo de ensino-aprendizagem. Geographia Opportuno Tempore, v. 1, n. 2, 2014.

MONTEIRO, F. D. O processo de avaliação do desenvolvimento e do desempenho escolar como instrumento de análise e de acompanhamento, intervenção e reorientação da ação pedagógica e dos avanços da aprendizagem dos alunos. In: Apostila Concurso Magistério. Santa Cruz do Sul-RS: Instituto Padre Reus, 2013.

MOREIRA, R. Pensar e ser em Geografia: ensaios de história, epistemologia e ontologia

do espaço geográfico. 2.ed. São Paulo: Editora Contexto, 2015.

OLIVEIRA, A. U. de. Educação e ensino de Geografia na realidade brasileira. In: OLIVEIRA, A. U. de; et al (Org.). Para onde vai o ensino de Geografia?. 8. ed. São

Paulo: Contexto, 2003.

PERRENOUD, P. Avaliação: da excelência a regulação das aprendizagens – entre duas lógicas. Porto Alegre: Artemed, 1999.

RABELO, E. H. Avaliação: novos tempos e novas práticas. Petrópolis, RJ: Vozes,

RABELO, K. S. de P. A avaliação da aprendizagem no processo de ensino em geografia. Ateliê Geográfico. Goiânia-GO, v.4, n.4, p. 222-249, dez. 2010.

ROMÃO, J. E. Avaliação dialógica: desafios e perspectivas. 2 ed. São Paulo: Cortez, 1999.

RUA, J. [et.al.]. Para ensinar geografia. Rio de Janeiro: Access, 2005.

SANTOS, M. I. M.; LUZ, M. de N. F. M.; MACIEL, S. A. A avaliação no processo de ensino-aprendizagem da disciplina de geografia na unidade escolar Osair Valente em Canto do Buriti, Piauí. Pesquisar - Revista de Estudos e Pesquisas em Ensino de Geografia. Florianópolis, SC, v. 3, n. 4, maio 2016.

SAUL, A. M. Avaliação emancipatória: desafio à teoria e à prática de avaliação e reformulação de currículo. 2 ed. São Paulo: Cortez, 1991.

SILVA, V. O. da. Objeto de aprendizagem: uma contribuição para a alfabetização cartográfica na EJA. 2011. 135f. Dissertação (Mestrado em Geografia) - Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, 2011.

SILVA, L. A. P. Currículo, avaliação e a geografia escolar. Revista Eletrônica: Tempo - Técnica - Território, v.5, n.2 (2014), p. 25-41.

SOUZA, C. L.; MUTERLLE, J. C. Ensino de geografia e avaliação: uma questão de critérios. In: CONGRESOS NACIONAL DE EDUCAÇÃO, 10, 2011, Curitiba. Anais... Curitiba: PUC-PR, 2011.

SOARES, L. M. de S. Teatralizando o ensino de geografia. Revista Brasileira de Educação Geográfica, Campinas, v. 3, n. 5, p. 57-81, jan./jun., 2013.

VASCONCELLOS, C. dos S. Avaliação da aprendizagem-práticas de mudanças: por uma práxis transformadora. São Paulo: Libertad, 2003.

WEISZ, T. O diálogo entre o ensino e a aprendizagem. São Paulo: Ática, 2009.

ZABALA, A. A prática educativa – como ensinar. Porto Alegre: Artmed, 1998.

ZAMBONE, G. O processo de avaliação nas aulas de Geografia. Revista Brasileira de Educação em Geografia. Campinas, v. 2, n. 4, p. 129-149, jul./dez., 2012.




DOI: https://doi.org/10.38187/regeo2020.v3n1id243681

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

INDEXADORES E BASE DE DADOS