O fenômeno global da desertificação nos livros didáticos de geografia no Brasil

Francisco Nataniel Batista de Albuquerque, Vinícius Alves da Silva, Leonardo de Souza Silva

Resumo


A desertificação é um problema das regiões secas do globo exigindo ações de prevenção e combate, as quais passam necessariamente pela educação escolar. Diante do exposto, a pesquisa analisa a abordagem do fenômeno da desertificação nos 14 livros didáticos (LD) de Geografia para o Ensino Médio aprovados pelo Programa Nacional do Livro Didático (2018), a partir da avaliação de critérios como definição conceitual, causas, efeitos, escalas temporais e espaciais e políticas públicas e/ou medidas mitigadoras da desertificação. Entre os resultados, podemos destacar que 71% dos LD apresentam pelo menos um dos aspectos analisados com destaque para cinco livros (36%) com abordagem satisfatória: ALMEIDA e RIGOLIN (2017), SOUZA et al. (2016), MOREIRA (2016), MARTINS et al. (2016) e LUCCI et al. (2016). Enquanto isso, 29% dos LD não abordam a temática dificultando a sua adoção nas escolas do Semiárido Brasileiro e, consequentemente o combate nas áreas afetadas e invisibilizando nacionalmente o debate científico e político. Quanto aos aspectos do fenômeno, os LD abordam principalmente as causas, os efeitos e as espacialidades de ocorrência, justamente as dimensões do campo empírico do fenômeno em detrimento dos aspectos conceituais e da dimensão política de luta contra a desertificação.


Palavras-chave


Degradação de terras; Semiárido brasileiro; Ensino de geografía; Recurso didático

Texto completo:

PDF/A


DOI: https://doi.org/10.51359/2594-9616.2021.249133

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

INDEXADORES E BASE DE DADOS

 

 

 

  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 Creative Commons License

This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial-NoDerivatives 4.0 International License.

Autores que publicam nesta revista concordam com os seguintes termos: a) Autores mantém os direitos autorais e concedem à  revista o direito de primeira publicação, com o trabalho licenciado sob a Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional. b) Autores têm permissão e são estimulados a publicar e distribuir seu trabalho online (ex.: em repositórios institucionais ou na sua página pessoal), já que isso pode gerar alterações produtivas, bem como aumentar o impacto e a citação do trabalho publicado. c) Em virtude de aparecerem nesta revista de acesso público, os artigos são de uso gratuito, com atribuições próprias, em aplicações educacionais e não-comerciais.