Cultura Brasileira de Gestão: um estudo em uma Universidade Pública do Rio Grande do Sul

Joana Souza Budde, Laura Alves Scherer, Paulo Vanderlei Cassanego Junior, Katiuscia Schiemer Vargas

Resumo


Esta pesquisa busca analisar a cultura brasileira de gestão em uma universidade pública do interior do Rio Grande do Sul. Na fundamentação teórica são apresentados os conceitos de cultura organizacional e cultura brasileira de gestão. Quanto ao método, trata-se de uma pesquisa qualitativa e descritiva com oito técnicos administrativos da Coordenação Administrativa da Universidade. Realizaram-se entrevistas individuais, baseadas no modelo teórico de características da gestão à brasileira de Chu (2006) e pesquisa documental do website e do Plano de Desenvolvimento Institucional da universidade. As técnicas que foram utilizadas para análise dos dados foram: análise interpretativa e triangulação. Como resultados, destaca-se que as características da cultura brasileira de gestão presentes na Universidade na percepção dos técnicos administrativos são planejamento, gestão do tempo, flexibilidade, personalismo, evitar conflitos, orientação humana, desigualdade de poder, heterogeneidade cultural e admiração pelo estrangeiro. Sendo que, as características mais proeminentes foram flexibilidade, personalismo e evitar conflitos, o que demonstra que há qualidade nos relacionamentos entre os colegas, que reflete em um bom ambiente de trabalho, que os servidores possuem flexibilidade para mudanças, capacidade de adaptação, e que procuram chegar a um consenso diante de divergência de opiniões. 

DOI: dx.doi.org/10.21714/1679-18272019v17Ed.p17-31


Texto completo:

PDF 17-31

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




..................................................................................................................................................................................................................................................................................