Práticas Andragógicas Criativas no Ensino Superior de Administração: efetividade à aprendizagem ou “mise en scène”?

Vera Lúcia da Conceição Neto, Guilherme Lima Moura

Resumo


Neste estudo analisa-se o efeito das abordagens andragógicas criativas aplicadas na disciplina de didática de ensino superior do curso de pós-graduação de Administração de uma Instituição de Ensino Superior brasileira. Nas entrevistas semi-estruturadas com dez alunos aplicou-se a análise pragmática da linguagem como procedimento metodológico, considerando-se quatro temas: relação professor e aluno; razões da aprendizagem; experiência do aluno e orientação para a aprendizagem. Os resultados demonstraram que as abordagens andragógicas contribuem para a aprendizagem dos alunos e desenvolvem a criatividade, o senso crítico, a reflexão, a flexibilidade, a abertura ao novo, a responsabilidade e o relacionamento interpessoal. Como consequência, a criatividade usada de forma criteriosa e com foco na aprendizagem sedimenta a assimilação do conteúdo. A revisão das práticas docentes nas universidades deve ser, acima de tudo e mais do que nunca, um caminhar em direção à efetividade da aprendizagem ou – ela sim! – corre o risco de praticar meramente algum tipo de mise en scène.

DOI: dx.doi.org/10.21714/1679-18272019v17Ed.p46-57

 

Agradecimentos: Os autores gostariam de agradecer à FACEPE e ao CNPq pelo seu apoio financeiro (ref. APQ-0887-6.02/14) durante a realização deste trabalho.




Texto completo:

PDF 46-57


DOI: https://doi.org/10.21714/1679-18272019v17Ed.p46-57

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




..................................................................................................................................................................................................................................................................................