Imagem, Tempo e Memória: Uma leitura benjaminiana do filme Sans soleil, de Chris Marker

Henrique Codato

Resumo


Este artigo pretende estabelecer um diálogo entre a obra Sans Soleil (1983) de Chris Marker e as noções de imagem, memória, acontecimento e história, tais como apresentadas por Walter Benjamin e discutidas por Giorgio Agamben, Georges Didi-Huberman, entre outros teóricos. Ao percorrer alguns textos destes pensadores, nosso objetivo é desenvolver algumas reflexões sobre a imagem no cinema markeriano, levando em conta sua dimensão indicial, entendendo-a como um traço, um vestígio da história inacabada, sobrevivente do tempo e elemento fundamental da experiência e da memória.

Palavras-chave


Benjamin; Maker; cinema; imagem; tempo; memória

Texto completo:

PDF

Referências


AGAMBEN, Giorgio. A comunidade que vem. Lisboa: Ed. Presença, 1993.

AGAMBEN, Giorgio. Moyens sans fins. Paris: Rivages, 2002.

AGAMBEN, Giorgio. Infância e história. Destruição da experiência e origem da história. Belo Horizonte: Ed. da UFMG, 2005.

BAZIN, André. Commentaires II. Paris: Ed. du Seuil, 1985.

BENJAMIN, Walter. Magia e técnica, arte e política: ensaios sobre a literatura e história da cultura. São Paulo: Brasiliense, 1985.

BENJAMIN, Walter. Charles Baudelaire: um lírico no auge do capitalismo. São Paulo: Brasiliense, 1989.

BENJAMIN, Walter. Passagens. Belo Horizonte: Ed. da UFMG/Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2007.

COMOLLI, Jean-Louis. Ver e Poder: A inocência perdida: cinema, televisão, ficção, documentário. Belo Horizonte: UFMG, 2008.

DIDI-HUBERMAN, Georges. Devant le temps. Histoires et l’art de l’anachronisme des images. Paris : Minuit, 2000.

DIDI-HUBERMAN, Georges. Images malgré tout. Paris: Minuit, 2003.

DUBOIS, Philippe. Recherches sur Chris Marker. Paris : Presse Sorbonne Nouvelle, 2002.

JENNY, Laurent. Je suis la révolution. Paris : Belin, 2008.

KUNDERA, Milan. A Lentidão. Rio de Janeiro: Ed. Nova Fronteira, 1997.

MCLUHAN, Marshall. Os Meios de Comunicação como Extensões do Homem. São Paulo: Cultrix, 1992.

MOSES, Stéphane. El angel de la história. Madrid: Cátedra, 1997.

LISSOVSKY, Maurício. A memória e as condições poéticas do acontecimento. In: GONDAR, Jo;

DODEBEI, Vera (orgs). O que é memória social? Rio de Janeiro: Contracapa, 2005.

LÖWY, Michael. Walter Benjamin: aviso de Incêndio. Uma leitura das teses “Sobre o conceito de história”. São Paulo: Boitempo, 2007.

PROUST, Marcel. Em busca do Tempo Perdido. Rio de Janeiro: J. Zahar, 1992

SONTAG, Susan. Sobre a fotografia. São Paulo : Cia. das Letras, 2003.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

Creative Commons License

A Revista Ícone está sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial CC BY-NC 4.0.

Diretórios e Indexadores: Sumários, LivRe/CNEN, Periódicos UFPE, .periódicos. CAPES (em atualização).

Classificação de Periódicos 2013-2016, CAPES: B4 (Comunicação e Informação)

© 1996-2017 Revista Ícone
Programa de Pós-Graduação em Comunicação, UFPE
Av. da Arquitetura, s/n – Cidade Universitária
CEP 50.740-550 Recife (PE), Brasil