Truth Study Center e as condições para o pensamento a partir de fotografias.

Marina Feldhues

Resumo


Este trabalho procura refletir sobre se é possível pensar sobre a realidade do mundo, procurar compreender a realidade, por meio da fotografia. Para tanto, parte das proposições levantadas por Susan Sontag sobre o assunto. Na sequência, faz uma revisão teórica das proposições de Sontag à luz das reflexões trazidas por Jacques Rancière sobre imagem, operações de arte e montagem; Walter Benjamin sobre o ato de narrar; Gerry Badger e László Moholy-Nagy sobre narrar como fotos; e Gilles Deleuze sobre o pensamento como experiência.  Por último, procuramos analisar, com base nas reflexões trazidas pelos autores mencionados, como as operações artísticas da instalação Truth Study Center de Wolfgang Tillmans, contribuem para refletirmos sobre a experiência de pensar a realidade do mundo a partir de fotografias.


Palavras-chave


Fotografia; pensamento; imagem; Truth Study Center; Wolfgang Tillmans

Texto completo:

PDF

Referências


BADGER, Gerry. It’s All Fiction. In:_______. Imprint: Visual Narratives in Books And Beyond. [s.l: s.n.]. p. 15–47.

_______. BADGER, Gerry. Por que fotolivros são importantes. Revista Zum, p. 1–11, 2015.

BENJAMIN, Walter. O narrador. In: ______. Magia e técnica, arte e política: ensaios sobre literatura e história da cultura. Tradução de Sérgio Paulo Rouanet. São Paulo: Brasiliense, p. 213 – 240, 2012.

KEOCHANE, Joe. How facts backfire: reserchers discover a surprising threat to democracy: our brains. In: Boston Globe. Boston, 11 de junho de 2010. Discponível em:. Acesso em 26 de julho de 2018.

DELEUZE, Gilles. Um retrato de Foucault. In:_______. Conversações. Tradução de Peter Pál Pelbart. São Paulo: Editora 34, p. 131 – 151, 2013.

FOUCAULT. A ética do cuidado de si como prática de liberdade. In:_______. Ditos e Escritos V. Rio de Janeiro: Forense, p. 264 – 287, 2006.

INGOLD, TIM. Estar vivo. Tradução de Fábio Creder. Petropolis, RJ: Editora Vozes, 2015.

MOHOLY-NAGY, László. Del pigmento a la luz [1936]. In: FONTCUBERTA, Joan. Estética Fotográfica. Barcelona: Gustavo Gili, p. 185 – 197, 2003

RANCIÈRE, Jacques. O espectador emancipado. Tradução de Ivone C. Benedetti. São Paulo: Editora WMF Martins Fontes, 2012.

_______. O destino das imagens. Tradução de Mônica Costa Netto. Rio de Janeiro: Contraponto, 2012a.

_______. As distâncias do cinema. Tradução de Estela dos Santos Abreu. Rio de Janeiro: Contraponto, 2012b.

_______. Sobre políticas estéticas. Barcelona: Universitat Autònoma de Barcelona, 2005.

SONTAG, Susan. Sobre fotografia. Tradução de Rubens Figueiredo. São Paulo: Companhia das Letras, 2004.

TILLMANS, Wolfgang. Truth Study Center. Londres, 2017. Disponível em: . Acesso em 25 de julho de 2018.




DOI: https://doi.org/10.34176/icone.v16i2.237558

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Sem derivações 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons

A Revista Ícone está sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial CC BY-NC 4.0.

Classificação de Periódicos 2013-2016, CAPES: B4 (Comunicação e Informação)

ISSN 2175-215X

© 1996-2019 Revista Ícone
Programa de Pós-Graduação em Comunicação, UFPE
Av. da Arquitetura, s/n – Cidade Universitária
CEP 50.740-550 Recife (PE), Brasil