O Pibid Diversidade na UFGD: conquistas e desafios

Elâine da Silva LADEIA, Andréia SANGALLI

Resumo


O presente texto traz reflexões sobre o Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência - PIBID Diversidade, desenvolvido pelo curso de Licenciatura Intercultural Indígena - Teko Arandu, na Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD). O PIBID D iniciou suas atividades em 2011. A metodologia para construção do texto pautou-se em discutir o contexto do pibid diversidade na UFGD e na formação de professores; pibid diversidade como política pública de educação; quem são e onde estão os sujeitos indígenas? Ações/atividades desenvolvidas pelos subprojetos; resultados e os impactos da edição atual e anterior; as conquistas e os desafios do Pibid Diversidade. Dentre os resultados alcançados destacam-se: Maior interação entre os docentes do curso de Licenciatura Indígena e entre os docentes e as escolas e comunidades indígenas, permitindo um conhecimento mais aproximado da realidade vivida nessas escolas (aspectos estruturais, recursos didáticos e dificuldades enfrentadas pelos professores que atuam nessas escolas);  Contribuir no desenvolvimento de conceitos teóricos através de oficinas práticas com os bolsistas e estudantes das escolas indígenas possibilitando a discussão de conhecimentos tradicionais e ocidentais sobre esses conceitos; Discutir conteúdos nas diversas áreas de conhecimento e a sua (re) elaboração no âmbito do ensino escolar indígena, a partir da prática pedagógica dos professores, da abordagem dos livros didáticos disponíveis e da contextualização do ensino associado aos conhecimentos tradicionais; Desenvolver habilidades para a escolha de metodologias, procedimentos didáticos e paradigmas científicos/tradicionais englobando processos que melhorem seu conhecimento profissional.

PIBID. Diversidade. Universidade Federal de Grande Dourados.

 

The Pibid Diversidade in the UFGD: achievements and challenges

 

ABSTRACT

The present text reflects on the Institutional Scholarship Initiative Program for Diversity - PIBID Diversidade, carried out by the Indigenous Intercultural Licentiate course - Teko Arandu, at the Grande Dourados Federal University (UFGD). The PIBID started its activities in 2011.The methodology for the text construction was intended to discuss the Pibid Diversidade organizational context at UFGD and on the teachers training; Pibid as public education policy; who are and where are the indigenous individuals? Actions/activities promoted by subprojects; Results and the impacts of the current and previous edition; The achievements and challenges of the Pibid Diversity. Among the results achieved, stands out: Greater interaction between Indigenous Licentiate course teachers and among teachers, schools and the indigenous communities, allowing a closer knowledge about the reality lived in these schools (structural aspects, didactic resources and difficulties faced by the teachers who work in these schools); To contribute in the theoretical concepts development through practical workshops with the scholarship holders and the indigenous schools students enabling the discussion of traditional and Western knowledge about these concepts; To discuss content in the various areas of knowledge and their (re)elaboration in the scope of indigenous school education, based on the teachers pedagogical practice, on approach to available textbooks and contextualization of teaching process associated with traditional knowledge; To Develop skills to choose methodologies, didactic procedures and scientific / traditional paradigms encompassing processes that improve their professional knowledge.

PIBID. Diversity. Grande Dourados Federal University.


Texto completo:

PDF

Referências


ASSIS, Alessandra Santos de. O PIBID como política pública para a formação docente. Revista Thema. Disponível em:

DE PAULA, L. R. e VIANNA, F. de L. B. Mapeando Políticas Públicas para Povos Indígenas – Guia de pesquisa de ações federais. Rio de Janeiro: Contra Capa Livraria; LACED/Museu Nacional/UFRJ, 2011.

FUNDAÇÃO CARLOS CHAGAS. Um estudo avaliativo do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (Pibid). Bernardete A. Gatti; Marli E. D. A. André; Nelson A. S. Gimenes; Laurizete Ferragut,(pesquisadores) – São Paulo: FCC/SEP, 2014.

ROSSATO. V. L. O Modo de ser Guarani e Kaiowá em Mato Grosso do Sul. IN: VINHA; M., FERREIRA, M. B. R.,MOURA, N.dos S. P., ABREU, S., CAMARGO,V. R. T., ROSSATO, V. L. Educação escolar Guarani e Kaiowá: Território Etnoeducacional Cone Sul. Dourados: FUNDECT/UFGD, 2015. p. 07-11.

SILVA, S. M. da; NUNES, C. P. O Pibid como política pública de formação de professores. Educação em Debate, Fortaleza, ano 38 - nº72, 2016, p.89-103. Disponível em:




DOI: https://doi.org/10.33052/inter.v4i7.238207

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.