Avaliação de uma Nova Abordagem para o Ensino de Química

Júnior Olair CHAGAS, Fabiana Aparecida LOBO, José Luiz GONÇALVES

Resumo


RESUMO

Neste trabalho é relatado o processo de elaboração e aplicação de um roteiro de atividade prática para professores do ensino médio como uma forma de estratégia didática para o ensino da teoria cinética dos gases na disciplina de química. Esta estratégia foi caracterizada por uma abordagem específica, aula expositiva do conteúdo seguida do vídeo experimental para a discussão do tópico. Optou-se por utilizar o Youtube por ser uma das plataformas mais acessadas por qualquer estudante. Escolheu-se um vídeo que continha um experimento claro e objetivo correlacionado com o conteúdo acima citado. Em seguida, elaborou-se o vídeo da aula prática que conteve com uma breve contextualização no cotidiano dos alunos, seguida do vídeo experimental do Youtube e por fim algumas perguntas discursivas. Os resultados indicam que a abordagem do vídeo experimental apresenta uma vantagem significativa sobre as aulas teóricas, reforçando a importância da utilização de práticas experimentais extras na sala.

Ensino de Química. Aula prática. Teoria dos gases. Termodinâmica. Vídeo experimental.


ABSTRACT

In this work, the process of elaborating and applying a script of practical activity for high school teachers is reported as a form of didactic strategy for teaching the kinetic theory of gases in the discipline of chemistry. This strategy was characterized by a specific approach, expository class of content followed by the experimental video for the discussion of the topic. We decided to use YouTube as it is one of the most online video-sharing platform accessed by any student. A video was chosen which contained a clear and objective experiment correlated with the above-mentioned content. Then, the video of practical class was elaborated, which contained a brief contextualization in the students' daily lives, followed by experimental YouTube video and finally some discursive questions. The results indicate that the experimental video approach has significant advantage over the analytical classes, reinforcing the importance of using extra experimental practices in classroom.

Chemistry teaching. Practical class. Gas theory. Thermodynamics. Experimental vídeo.


RESUMEN

En este trabajo se reporta el proceso de elaboración y aplicación de un guión de actividad práctica para profesores de secundaria como una forma de estrategia didáctica para la enseñanza de la teoría cinética de los gases en la asignatura de la química. Esta estrategia se caracterizó por un enfoque específico, una clase expositiva del contenido seguida del video experimental para la discusión del tema. Optamos por utilizar Youtube ya que es una de las plataformas más visitadas por cualquier estudiante. Se eligió un video que contenía un experimento claro y objetivo correlacionado con el contenido mencionado anteriormente. Luego, se elaboró el video de la clase práctica, que contenía una breve contextualización en la vida cotidiana de los estudiantes, seguido del video experimental de YouTube y finalmente algunas preguntas discursivas. Los resultados indican que el enfoque de video experimental presenta una ventaja significativa sobre las clases teóricas, lo que refuerza la importancia de utilizar prácticas experimentales adicionales en el aula.

Enseñanza de la Química. Clase práctica. Teoría de los gases. Termodinámica. Video experimental.


SOMMARIO

In questo lavoro viene riportato il processo di elaborazione e applicazione di uno script di attività pratica per insegnanti di scuola secondaria come una forma di strategia didattica per l'insegnamento della teoria cinetica dei gas in materia di chimica. Questa strategia è stata caratterizzata da un approccio specifico, una classe espositiva del contenuto seguita da un video sperimentale per la discussione dell'argomento. Abbiamo scelto di utilizzare YouTube in quanto è una delle piattaforme più visitate da qualsiasi studente. È stato scelto un video che conteneva un esperimento chiaro e oggettivo correlato ai contenuti sopra menzionati. Quindi è stato prodotto il video della lezione pratica, che conteneva una breve contestualizzazione nella vita quotidiana degli studenti, seguito dal video sperimentale di YouTube e infine da alcune domande discorsive. I risultati indicano che l'approccio video sperimentale ha un vantaggio significativo rispetto alle lezioni, rafforzando l'importanza dell'utilizzo di pratiche sperimentali aggiuntive in classe.

Insegnamento di chimica. Lezione pratica. Teoria dei gas. Termodinamica. Video sperimentale.


Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, Valéria de Freitas. A inserção de atividades experimentais no ensino de física em nível médio: em busca de melhores resultados de aprendizagem [Dissertação de mestrado]. Brasília: Ensino de Ciências da UnB. 2006. Disponível em: http://ppgec.unb.br/wp-content/uploads/dissertacoes/2006/2006_ValeriaAlves.pdf.

ALVES, Wanderson Ferreira. A formação de professores e as teorias do saber docente: contexto, dúvidas e desafios. Revista Educação e Pesquisa. 2007, v. 33: p. 263-280. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/ep/v33n2/a06v33n2.pdf.

BRASIL. PCN+ Ensino Médio: Orientações Educacionais complementares aos Parâmetros Curriculares Nacionais, 1999. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/CienciasNatureza.pdf.

CACHAPUZ, Antonio. et al. A necessária renovação do ensino das ciências. 3 ed. São Paulo: Cortez, 2011.

FARIAS, Cristiane Sampaio; BASAGLIA, Andréia Montani; ZIMMERMANN, Alberto. A importância das atividades experimentais no Ensino de Química. 1º Congresso Paranaense de Educação em Química. In: Anais do 1º 1º Congresso Paranaense de Educação em Química. Londrina, UEL. 2009. Disponível em: http://www.uel.br/eventos/cpequi/Completospagina/18274953820090622.pdf.

FIOLHAIS, Carlos; TRINDADE, Jorge. Física no computador: o computador como uma ferramenta no ensino e na aprendizagem das ciências físicas. Revista Brasileira de Ensino de Física. 2003, v. 25: p. 259-272. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/rbef/v25n3/a02v25n3.pdf.

FIORENTINI, Dario; LORENZATO, Sergio. Investigação em educação matemática - percursos teóricos e metodológicos. 3ª ed. São Paulo: Autores Associados, 2012.

GUERRA, Fabiano; PAULA, Ívina; RAGAZZIde , Marcos. Coleção 4V: Manual do Professor. Belo Horizonte: Bernoulli Sistema de Ensino, 2020.

HONORIO, Kathia Maria. et al. O show da Química: motivando o interesse científico. Química Nova. 2006, v. 29: p. 173-178. Disponível em: http://static.sites.sbq.org.br/quimicanova.sbq.org.br/pdf/Vol29No1_173_30-ED04399.pdf.

KRASILCHIK, Myriam. Reformas e realidade o caso do ensino das ciências. São Paulo em Perspectiva. 2000, v. 14: p. 85-93. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/spp/v14n1/9805.pdf.

LIMA, José Ossian Gadelha. O ensino da química na escola básica: o que se tem na prática, o que quer em teoria. Ensino de Ciências e Tecnologia em Revista. 2016, v. 6. Disponível: http://dx.doi.org/10.20912/2237-4450/2016.v6i2.1245.

LIMA, José Ossian Gadelha de a. O ensino de química na concepção dos alunos do ensino fundamental: algumas reflexões. Revista Científica do Departamento de Química Exatas. 2015., v. 6: p. 33-48. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/274633453_O_ensino_de_quimica_na_concepcao_dos_alunos_do_ensino_fundamental_algumas_reflexoes.

LIMA, José Ossian Gadelha de b . Perspectivas de novas metodologias no Ensino de Química. Revista Espaço Acadêmico. 2012, v. 12: p. 95-101. Disponível em: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/EspacoAcademico/article/view/15092.1

LIMA, José Ossian Gadelha; LEITE, Luciana Rodrigues . O processo de ensino e aprendizagem da disciplina de Química: o caso das escolas do ensino médio de Crateús/Ceará/Brasil. Revista Electrónica de Investigación em Educación en Ciencias. 2012, v. 7: p. 72-85. Disponível em: http://ppct.caicyt.gov.ar/index.php/reiec/article/view/7485.

MALAFAIA, Guilhere; RODRIGUES, Aline Sueli de Lima. Uma reflexão sobre o ensino de ciências no nível fundamental da educação. Ciência & Ensino. 2008, v. 2: p: 01-09.

MALDANER, Otavio Aloisio. A pesquisa como perspectiva de formação continuada do professor de química. Química Nova. 1999, v. 22: p. 289-292. Disponível em: http://static.sites.sbq.org.br/quimicanova.sbq.org.br/pdf/Vol22No2_289_v22_n2_20%2822%29.pdf.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO; Base nacional curricular comum – Educação é a base. 2019. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_EI_EF_110518_versaofinal_site.pdf.

NARDI, Roberto. Questões Atuais no Ensino de Ciências. São Paulo: Escrituras, 1998.

PONTES, A. N. et al. O ensino de química no nível médio: um olhar a respeito da motivação. In: XIV Encontro Nacional de Ensino de Química, Curitiba, 21 - 24 jul. 2008. Anais do XIV Encontro Nacional de Ensino de Química. Curitiba: UFPR, 2008. Disponível em: https://drive.google.com/file/d/1omolxa56fcjqY6nEC_kc25dpKZRPdO5Q/view.

POZZOBON, Magda; MAHENDRA, Fénita; MARIN, Angela Helena. Renomeando o fracasso escolar. Piscologia Escolar e Educacional. 2017, v. 21: p. 387-396. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/pee/v21n3/2175-3539-pee-21-03-387.pdf.

QUEIROZ, Salete Linhares; DE ALMEIDA, Maria José Pereira Monteiro. Do fazer ao compreender ciências: reflexões sobre o aprendizado de alunos de iniciação científica em química. Ciência & Educação. 2004, v. 10: p. 41-53. Disponível em: ttp://dx.doi.org/10.1590/S1516-73132004000100003.

RAGAZZI, Marcos. Coleção Ensino Médio 2ª Série: Manual do Professor. Belo Horizonte: Bernoulli Sistema de Ensino, 2020.

ROCHA, Joselayne Silva; VASCONCELOS, Tatiana Cristina. Dificuldades de aprendizagem no ensino de química: algumas reflexões. In: XVIII Encontro Nacional de Ensino de Química (XVIII ENEQ). Anais do XVIII Encontro Nacional de Ensino de Química (XVIII ENEQ). Florianópolis: XVIII ENEQ, 2016. Disponível em: http://www.eneq2016.ufsc.br/anais/resumos/R0145-2.pdf.

RUSSELL, John B. Química Geral. 2. ed. São Paulo, 1994.

SÁ, Elaine Ferreira de. Os propósitos de atividades experimentais na visão de alunos e professores [Dissertação de mestrado]. Belo Horizonte: Edução da UFMG. 2003. Disponível em: https://repositorio.ufmg.br/bitstream/1843/EJRA-5SFJ63/1/disserta__o_eliane_maio2005.pdf.

SANTOS, José Carlos dos; DICKMAN, Adriana Gomes. Experimentos reais e virtuais: proposta para o ensino de eletricidade no nível médio. Revista Brasileira de Ensino de Física. 2019, v. 41. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/1806-9126-RBEF-2018-0161.

SANTOS Marcelo Ribeiro dos, CAVALCANTI Eduardo Luiz Dias Formação inicial e continuada dos professores de química: uma análise do quadro docente de Barreiras - Bahia. Orbital: The Electronic Journal of Chemistry. 2016, v. 8. Disponível em: http://www.orbital.ufms.br/index.php/Chemistry/article/view/710.

SILVA, Sebastião Franco da; NÚÑEZ, Isauro Beltrán. O ensino por problemas e trabalho experimental dos estudantes – Reflexões teórico-metodológicas. Química Nova. 2002, v. 25: p. 1197-1203. Disponível em: http://static.sites.sbq.org.br/quimicanova.sbq.org.br/pdf/Vol25No6B_1197_22.pdf.




DOI: https://doi.org/10.33052/inter.v6i12.249005

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Júnior Olair CHAGAS, Fabiana Aparecida LOBO, José Luiz GONÇALVES

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.