O uso do Software HagáQuê nos anos iniciais do ensino fundamental: práticas de letramento em contextos digitais

Aletheia Machado de OLIVEIRA

Resumo


RESUMO

O presente trabalho tem como objetivo analisar se o uso do software educativo HagáQuê auxilia os alunos no processo de leitura e escrita em contexto digital. Com uma metodologia de caráter qualitativa e pesquisa de campo com observação participante direta intensiva, o estudo envolveu professora e alunos em atuação no 5º ano do Ensino Fundamental pertencentes à rede municipal de ensino localizada no município de Minas Gerais. Os dados revelam que o trabalho articulado com a ferramenta tecnológica computador deve pautar-se através de um processo integrado, crítico, reflexivo e elaborado à luz dos objetivos educacionais. Verificou-se que a análise das histórias em quadrinhos criadas pelos alunos com a ajuda do software HagáQuê revela efetividade da prática da leitura e escrita de forma contextual. Conclui-se que o software educativo HagáQuê mostrou-se ser uma ferramenta interessante para esse processo ao provocar um interesse para uma maior aproximação com as funções sociais da linguagem. 

Letramento. Software educativo. HagáQuê.


ABSTRACT

This paper aims to analyze whether the use of educational software HagáQuê helps students in the process of reading and writing in a digital context. With a qualitative methodology and field research with intensive direct participant observation, the study involved a teacher and students working in the 5th year of elementary school belonging to the municipal school system located in the municipality of Minas Gerais. The data reveal that the work articulated with the computer technological tool must be guided by an integrated, critical, reflective and elaborated process in the light of educational objectives. It was found that the analysis of the comic books created by the students with the help of the HagáQuê software reveals the effectiveness of the practice of reading and writing in a contextual way. It is concluded that the educational software HagáQuê proved to be an interesting tool for this process by provoking an interest in a closer relationship with the social functions of language. 

Literacy. Educacional Software. HagáQuê.


RESUMEN

Este artículo tiene como objetivo analizar si el uso del software educativo HagáQuê ayuda a los estudiantes en el proceso de lectura y escritura en contexto digital. Con una metodología cualitativa e investigación de campo con observación participante directa intensiva, el estudio involucró a una profesora y alumnos que estudian en el 5to año de la escuela primaria perteneciente al sistema escolar municipal ubicado en el municipio de Minas Gerais. Los datos revelan que el trabajo articulado con la herramienta tecnológica computadora debe ser guiado por un proceso integrado, crítico, reflexivo y elaborado a la luz de los objetivos educativos. Se averiguó que el análisis de las historietas creadas por los estudiantes con la ayuda del software HagáQuê revela efectividad de la práctica de la lectura y la escritura de manera contextual. Se concluye que el software educativo HagáQuê resultó ser una herramienta interesante para este proceso al despertar el interés por una relación más cercana con las funciones sociales del lenguaje.

Alfabetización. Software educativo. HagáQuê.


SOMMARIO

Questo articolo mira ad analizzare se l'uso del software educativo HagáQuê aiuta gli studenti nel processo di lettura e scrittura in un contesto digitale. Utilizzando una metodologia qualitativa e una ricerca sul campo con un'intensa osservazione diretta dei partecipanti, lo studio ha coinvolto un insegnante e studenti che studiano nel 5 ° anno della scuola primaria appartenente al sistema scolastico municipale situato nel comune di Minas Gerais. Dai dati emerge che il lavoro articolato con lo strumento informatico deve essere guidato da un processo integrato, critico, riflessivo ed elaborato alla luce degli obiettivi formativi. Si è riscontrato che l'analisi dei fumetti creati dagli studenti con l'aiuto del software HagáQuê rivela l'efficacia della pratica di lettura e scrittura in modo contestuale. Si è concluso che il software educativo HagáQuê si è rivelato uno strumento interessante per questo processo risvegliando l'interesse in una relazione più stretta con le funzioni sociali del linguaggio.

Alfabetizzazione. Software educativo. Fare.


Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, Vanessa Santos; SILVA, Bruna Fernandes da; SANTOS, Fernanda Maria Almeida do. A alfabetização em contextos digitais: dificuldades, avanços e desafios. In: FÓRUM INTERNACIONAL DE PEDAGOGIA, 5, 2013; Vitória da Conquista-BA. Anais [...] UESB: Fórum Internacional de Pedagogia, 2013. Disponível em: http://www.editorarealize.com.br/revistas/fiped/resumo.php?idtrabalho=342. Acesso em: 21 out. 2018.

BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: Língua Portuguesa. Brasília, MEC/SEF, DF: Secretaria de Educação Fundamental,1997. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/livro02.pdf. Acesso em: 23 set. 2018.

BOGDAN, Robert; BIKLEN, Sari. Investigação qualitativa em educação: uma introdução à teoria e aos métodos. Porto: Porto Editora, 1994.

CARDOSO, Beatriz; EDNIR. Madza. Ler e escrever, muito prazer! São Paulo: Ática, 1998.

FERREIRA, Márcia Helena Mesquista; FRADE, Isabel Cristina Alves S. Alfabetização e Letramento em contextos digitais: pressupostos de avaliação aplicados ao software HagáQuê. In: RIBEIRO, Ana Elisa et al. (Orgs). Linguagem, Tecnologia e Educação. São Paulo: Peirópolis, 2010. Cap. 1, p. 15-27.

GADOTTI, Moacir. Perspectivas atuais da educação. Revista São Paulo em Perspectiva, v. 14, n.2, p. 03-11, 2000. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/spp/v14n2/9782.pdf. Acesso em: 23 set. 2018.

GONÇALVES, Jane Bianca Duquia; LAMMEL,Iuri. Uso do editor HagáQuê na educação de crianças entre 8 e 9 anos do município de Cachoeira do Sul. Manancial: Repositório Digital da UFSM 2013. Disponível em: http://repositorio.ufsm.br/handle/1/600. Acesso em: 10 out. 2018.

GUIMARÃES, Edgard. História em quadrinhos como instrumento educacional. In: Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação, 24, 2001; Campo Grande-MS. Anais [...] Campo Grande: Congresso Brasileiro da Comunicação, 2001. Disponível em: http://www.portcom.intercom.org.br/pdfs/129151137437781999590570952241469951126.pdf. Acesso em: 26 set. 2018.

KENSKI, Vani M. Tecnologias e ensino presencial e a distância. 2. ed. Campinas: Papirus, 2004.

LISBOA, Patrícia. Os softwares educativos e a construção de habilidades cognitivas na pré-escola. Revista Práticas de Linguagem, Juiz de Fora, v. 3, n.1, p. 13-22, jan./jun.2013.

MARINHO, Vanessa C. O cenário do uso das tecnologias na escola do século XXI. In: WORKSHOP DE INFORMÁTICA NA ESCOLA, 19, 2013; Unicamp-SP. Anais [...] Unicamp: Congresso Brasileiro de Informática na Educação, 2013. Disponível em: http://www.br-ie.org/pub/index.php/wie/article/view/2605/2261. Acesso em: 25 set. 2018.

OLIVEIRA, Celina Couto de; COSTA, José Wilson da; MOREIRA, Mercia. Ambientes informatizados de aprendizagem: produção e avaliação de software educativo. Campos, SP: Papirus, 2001.

O QUE É LETRAMENTO? Diário na Escola, Santo André, p.03, 29 ago. 2003a.Disponível em: http://www.verzeri.org.br/artigos/003.pdf. Acesso em: 17 out. 2018.

PRADO, Juliana Santo Sosso. Agora é hora: alfabetização. Curitiba, PR: Base Editorial, 2011.

SILVA, Bruna Camargo da et al. Jogos digitais educacionais como instrumento didático no processo de ensino-aprendizagem das operações básicas de matemática. In: SIMPÓSIO BRASILEIRO DE INFORMÁTICA NA EDUCAÇÃO, 25, 2014, Dourados. Anais [...] Dourados: Congresso Brasileiro de Informática na Educação, 2014. Disponível em: http://www.br-ie.org/pub/index.php/sbie/article/view/2999. Acesso em: 04 out. 2018.

SILVA, Marília Gerlane Guimarães da. O uso do software HagáQuê como ferramenta pedagógica na construção de histórias em quadrinhos: auxiliando no processo de ensino e aprendizagem. Campina Grande, 2012. p. 37. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Pedagogia) – Universidade Estadual da Paraíba, Centro de Educação, Campina Grande, 2012.

SOARES, Magda. Letramento: um tema em três gêneros. Belo Horizonte, Autêntica, 1998.

SOARES, Magda. Letramento e alfabetização: muitas facetas. Revista Brasileira de Educação, n. 25, p. 04-17, jan./fev./mar./abr. 2003b. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rbedu/n25/n25a01.pdf. Acesso em: 18 out. 2018.

SOFFA, Marilice Mugnaini; ALC NTARA, Paulo Roberto de Carvalho. O uso do software educativo: reflexões da prática docente na sala informatizada. In: CONGRESSO NACIONAL DE EDUCAÇÃO, 8, 2008, Curitiba. Anais [...] Curitiba: Congresso Nacional de Educação, 2008. Disponível em: < www.pucpr.br/eventos/educere/educere2008/anais/pdf/335_357.pdf. Acesso em: 10 out. 2018.

VALENTE, José Armando. O computador na sociedade do conhecimento. Campinas, SP: UNICAMP/NIED, 1999.

VALENTE, J. A.; ALMEIDA, F. J. Visão analítica da informática na Educação no Brasil: a questão da formação do professor. Revista Brasileira de Informática na Educação, Florianópolis, n. 1, p. 45-60, set. 1997. Disponível em http://www.inf.ufsc.br/sbcie/revista/nr1/valente.html. Acesso em: 10 out. 2018.




DOI: https://doi.org/10.33052/inter.v6i12.249009

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 Aletheia Machado de OLIVEIRA

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.