Paulo Freire na formação de especialistas em educação e formação de adultos e intervenção comunitária

Luís Alcoforado

Resumo


Ao longo das últimas décadas, a educação de Adultos tem vindo a reforçar a sua especificidade, quer enquanto problemática, quer enquanto campo de práticas, assumindo a importância de Paulo Freire como autor central deste processo. As Universidades, um pouco por todo o mundo, têm vindo a integrar-se neste esforço promovendo a construção de conhecimento e formando especialistas. Neste texto apresentamos experiências educativas ligadas ao Mestrado de Educação e Formação de Adultos da Universidade de Coimbra, que têm na obra de Paulo Freire um dos principais pontos de interesse e trabalho. Indicamos as opções teóricas e recenseamos os temas geradores escolhidos pelos/as alunos/as no planejamento e desenvolvimento de Círculos de Cultura.

Texto completo:

PDF

Referências


ALCOFORADO, L.; FERREIRA, S. M.. Educação e Formação de Adultos. Nótulas

sobre a necessidade de descomprometer a Cinderela, depois do beijo do Príncipe Encantado. In Alcoforado, L. e outros. Educação e Formação de Adultos: políticas, práticas e investigação. Coimbra: Imprensa da Universidade de Coimbra, p. 7-20, 2011.

ALCOFORADO, L.; SOUSA, C.; MOIO, I.; SIMÕES, J.; RITA, R.; CARVALHO, V..Transição para o trabalho de licenciados em Ciências da Educação pela FPCEUC, com estágio curricular na área de Educação de Adultos. Revista Portuguesa de Pedagogia, 41(3), p. 375-388, set./dez. 2007.

BRANDÃO, C. R.. (1981). O que é Método Paulo Freire? São Paulo: Brasiliense, 1981.

DE NATALE, M. L.. (2003). La edad adulta, una nueva etapa para educarse.

Madrid: Narcea, 2003.

FEITOSA, S.. (1999). Método Paulo Freire – Princípios e práticas de uma concepção popular de educação. Disponível em www.paulofreire.org.

FREIRE, P.. Pedagogia do Oprimido. Porto: Afrontamento, 1972.

____________ Pedagogia da Esperança: um reencontro com a Pedagogia do Oprimido. São Paulo: Paz e Terra, 1992

____________ Política e Educação. São Paulo: Cortez, 1995

____________ Pedagogia da Autonomia. Saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1997.

____________ Cartas a Cristina. Reflexões sobre a minha vida e a minha praxis. São Paulo: UNESP, 2002.

FREIRE, P.; MACEDO, D.. Alfabetização: leitura do mundo, leitura da palavra. São Paulo: Paz e Terra, 1994.

GADOTTI, M.. A voz do biógrafo brasileiro. A prática à altura do sonho. Disponível em www.paulofreire.org s/d.

GRAFF, H.. Os Labirintos da Alfabetização. Reflexões sobre o passado e o presente da alfabetização. Porto Alegre: Artmed, 1994.

JARVIS, P.. Introduction: Adult Education – an ideal for modernity? In Jarvis, P. Twentieth Century Thinkers in Adult & Continuing Education. Londres: Kogan Page, p. 1-11, 2001.

LENGRAND, P.. Introdução à Educação Permanente. Lisboa: Livros Horizonte, 1970.

MORROW, R. A.; TORRES, C. A.. Jürgen Habermas, Paulo Freire e a Pedagogia Crítica: Novas orientações para a Educação Comparada. Educação, Sociedade & Culturas, nº 10, p. 155-174, 1998.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Revista Interritórios