Análise de índice de vegetação e a temperatura da superfície no município de Santa Luzia do Pará, Amazônia

Diego Lima Crispim, Paulo Eduardo Silva Bezerra, Gabriel Villas Boas de Amorim Lima, Marina Morhy Pereira, Lindemberg Lima Fernandes

Abstract


A evolução de geotecnologias através de instrumentos como o sensoriamento remoto e o geoprocessamento, tornou-se relevante para análise ambiental como, por exemplo, monitoramento da dinâmica de uso e cobertura de solo, na temperatura de superfície (TS), na cobertura vegetal, entre outros. Nesta perspectiva, o presente estudo teve como objetivo analisar a associação entre o Índice de Vegetação (IV), por meio do Índice de Vegetação por Diferenças Normalizadas (NDVI) e a Temperatura da Superfície (TS) no município de Santa Luzia do Pará no período de 2005 a 2015. Neste estudo foram empregadas as bandas 3 e 4 do sensor TM/Landsat 5 e das bandas 4 e 5 do sensor OLI/Landsat 8 para aplicar o índice de vegetação por diferenças normalizadas (NDVI). Para determinar a TS foram empregadas duas imagens multiespectrais (bandas do infravermelho termal), correspondentes a banda 6 do sensor TM/Landsat 5 e a banda 10 do sensor TIRS/Landsat 8, ambas com resolução de 30 m, para os anos de 2005, 2010 e 2015. Assim, foram obtidas imagens da órbita 222 e ponto 61 do satélite Landsat 5 TM, Landsat 8 OLI e Landsat 8 TIRS para elaboração dos mapas temáticos. Os resultados indicaram que os maiores valores de NDVI foram registrados majoritariamente em áreas protegidas correspondentes a territórios indígenas no sul do município, além de apresentar aumento na classe de solo exposto para o ano de 2015. Quanto a TS, os resultados denotam que as menores temperaturas foram registradas em áreas com sombra de nuvem, corpos hídricos e muita vegetação, com (TS) inferior a 22 ºC, nos respectivos anos pesquisados (2005, 2010 e 2015).


Keywords


Geotecnologias; NDVI; Paisagem; Cobertura florestal; Agricultura; Solo exposto.

References


Barros, K. O., Marcatti, G. E., Costa, F. R., Oliveira, J. C., Ribeiro, C. A. A. S., Soares, V. P., Silva, E., 2013. Análise temporal das classes de uso e ocupação da terra na bacia hidrográfica do Rio Vieira, Montes Claros, Minas Gerais. Agrogeoambiental 5, 43-54.

Bentes, A. L. S., Brasil Neto, A. B., Andrade, P. C., Braga, A. N., Peres, V. C., Santos Junior, R. A. T., Franco, M. J. B., Santos, A. B. S., 2017. Dinâmica do uso do solo na ilha de Caratateua, Belém, Pará. Agrossistemas 9, 360-369.

Bezerra, J. V. de A., Andrade, J. S., De Melo, F. P., Vigoderis, R.B., Galvíncio, J. D., De Souza, W. M., 2019. Degradation of the Vila Maria Spring in Garanhuns–PE. Journal of Hyperspectral Remote Sensing 9, 320-329.

Bezerra, P. E. S., De Moraes, E. T. I., Soares, I. R. da C., 2018. Análise da Temperatura de Superfície e do Índice de Vegetação no Município de Belém na Identificação das Ilhas de Calor. Revista Brasileira de Cartografia 70, 803-818.

Campos, P. N., Coutinho, A. V. S., Costa, A. V. D., Coutinho, J. S., 2019. Aplicação do índice de vegetação por diferença normalizada (NDVI) para análise do uso e ocupação do solo em uma área pertencente ao município de Capitão Poço-PA. Brazilian Journal of Animal and Environmental Research 2, 1792-1799.

Carvalho, L. T. da S., De Souza, A., Farias, F. do C., Melo Júnior, L. C. M. M., Silva Filho, A. V. A., 2018. O Uso Agrícola da Terra na Comunidade do Broca, Município de Santa Luzia do Pará, Nordeste Paraense, Amazônia Oriental. Cadernos de Agroecologia 13, 1-6.

Chander, G., Markham, B. L., Helder, D. L., 2009. Summary of current radiometric calibration coefficients for Landsat MSS, TM, ETM+, and EO-1 ALI sensors. Remote Sensing of Environment 113, 893-903.

Coelho, V. H. R., Montenegro, S. M. G. L., Almeida, C. N., Lima, E. R. V., Ribeiro Neto, A., Moura, G. S. S., 2014. Dinâmica do uso e ocupação do solo em uma bacia hidrográfica do semiárido brasileiro. Revista Brasileira de Engenharia Agrícola e Ambiental 18, 64-72.

Coelho, A. S., Toledo, P. M., Vieira, I. C. G., Canto, O. D., Adami, M., Gomes, A. R., Narvaes, I. S., 2018. Impactos das mudanças de uso da terra nas áreas prioritárias para conservação da biodiversidade no nordeste do estado do Pará, Brasil. Boletim do Museu Paraense Emilio Goeld Ciências Naturais 13, 107-120.

Coelho, A. L. N., Correa, W. S. C., 2013. Temperatura de Superfície Celsius do Sensor Tirs/Landsat-8: Metodologia e Aplicações. Revista Geografia Acadêmica 7, 31-45.

Cordeiro, A.P.A., Berlato, M.A., Fontana, D.C., Melo, R.W., Shimabukuro, Y.E., Claudimar Sidnei Fior, C.S., 2017. Regiões homogêneas de vegetação utilizando a variabilidade do NDVI. Ciência Florestal 27, 883-896.

Costa, D. P., Vendruscolo, J., Rosa, D. M., Mendes, D. M., Cavalheiro, W. C. S., Rodrigues, A. A. M., 2019. Morfometria e dinâmica de desmatamento da microbacia Canaã, Amazônia, Brasil. Brazilian Journal of Development 5, 30754-30772.

Crispim, D. L., Bezerra, P. E. S., Rodrigues, R. S. S., Vieira, A. S. A., Fernandes, L. L., 2018. Uso e ocupação do solo e sua associação com a temperatura da superfície terrestre no município de Baixio-CE. Revista Geonorte 9, 126-140.

Dourado, M. F., Nóbrega, C. C., Bortolotto, F., Alencar, A., Moutinho, P., 2017. A gestão ambiental e territorial de Terras Indígenas da Amazônia brasileira: uma questão climática. Brasiliana-Journal for Brazilian Studies 5, 230-253.

Farias Neto, J. T. D., Moura, E. F., Resende, M. D. V. D., Celestino Filho, P., Augusto, S. G., 2013. Genetic parameters and simultaneous selection for root yield, adaptability and stability of cassava genotypes. Pesquisa agropecuária brasileira 48, 1562-1568.

Ferreira, L.V., Venticinque, E., Almeida, S., 2005. O desmatamento na Amazônia e a importância das áreas protegidas. Estudos Avançados 19, 157-166.

Gusso, A., Fontana, D. C., Gonçalves, G. A., 2007. Mapeamento da temperatura da superfície terrestre com uso do sensor AVHRR/NOAA. Pesquisa agropecuária brasileira 42, 231-237.

IDEFLOR-BIO. Instituto de Desenvolvimento Florestal e da Biodiversidade do estado do Pará., 2019. Encontro para restauração Florestal em Terras Indígenas no estado do Pará. Disponível em: https://ideflorbio.pa.gov.br/em2019/06/encontro-para-restauracao-florestal-terras-indígenas-no-

estado-do-para/. Acesso em: 30 dez. 2019.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística., 2019. Panorama das cidades: Santa Luzia do Pará. Rio de Janeiro: IBGE. Disponível em: https://cidades.ibge.gov.br/brasil/pa/santa-luzia-do-para/panorama. Acesso em 30 dez. 2019.

Nascimento, L.E.S., Rocha, J.A., Magalhães, J.A., Costa, N. de L., Nascimento, T. da S., Townsed, C.R., 2014. Subsídios técnicos para gestão ambiental em sistemas silvipastoris. PUBVET 8, 587- 696.

Nepstad, D., Schwartzman, S., Bamberger, B., Santilli, M., Ray, D., Schlesinger, P., Rolla, A., 2006. Inhibition of Amazon deforestation and fire by parks and indigenous lands. Conservation biology 20, 65-73.

Oliveira, A.S., Nogueira, M.C.J.A., Sanches, L.; Nogueira, J.S., 2013. Variáveis meteorológicas e cobertura vegetal de espécies arbóreas em praças urbanas em Cuiabá, Brasil. Revista Brasileira de Meteorologia 28, 389-400.

Oliveira, T. T. G. T., Bezerra, P. E. S., Pontes, A. N., Martins, A. C. C. T., 2018. Modificações paisagísticas e implicações térmicas no distrito administrativo de Belém, Pará. Revista Verde de Agroecologia e Desenvolvimento Sustentável 13, 404-411.

Orhan, O., Ekercin, S., Dadaser-Celik, F., 2014. Use of Landsat Land Surface Temperature and Vegetation Indices for Monitoring Drought in the Salt Lake basin Area, Turkey. The Scientific World Journal, 1-11.

Pacheco, P., Benatti, J. H., 2015. Tenure security and land appropriation under changing environmental governance in lowland Bolívia and Pará. Forests 6, 464-491.

Prodanov, C. C., Freitas, E. C. de. Metodologia do trabalho científico: métodos e técnicas da pesquisa e do trabalho acadêmico. 2. ed. Novo Hamburgo: Feevale, 2013.

Pavão, V. M., Querino, C. A. S., Beneditti, C. A., Pavão, L. L., Querino, J. K. A. S., Biudes, M. S., 2015. Temperatura E Albedo da superfície por Imagens Tm Landsat 5 em diferentes usos do Solo no sudoeste da Amazônia Brasileira. Revista Brasileira de Climatologia 16, 169-183.

Queiroz, T. B., Sousa, R. S., Baldin, T., Batista, F. J., Marchesan, J., Pedrali, L. D., Pereira, R. S., 2017. Avaliação do Desempenho da classificação do uso e cobertura da terra a partir de Imagens Landsat 8 e RapdiEye na região central do Rio Grande do Sul. Geociências 36, 569-578.

Rodrigues, J.C, Sobreiro Filho, J., Oliveira Neto, A., 2018. O rural e o urbano na Amazônia metropolitana: reflexões a partir de Ananindeua, Pará. Revista NERA 21, 256-280.

Santos, A. S. R. M., Mauro, T. L., Souza, L. A., Senigalia, R. L. C., Castro, D. A., Santos, E. S., 2019. Métodos de Classificação supervisionada aplicados no uso e ocupação do solo no município de Presidente Médici - RO. Biodiversidade 18, 150-159.

Santos, F. D. A. dos, Aquino, C. M. S.de, 2015. Análise da dinâmica do Índice de Vegetação por Diferença Normalizada (NDVI), dos aspectos econômicos e suas relações com a desertificação/degradação ambiental em Castelo do Piauí, Piauí, Brasil. Revista Electrónica de Investigação e Desenvolvimento 4, 1-17.

Soares Filho, B., Moutinho, P., Nepstad, D., Anderson, A., Rodrigues, H., Garcia, R., Silvestrini, R., 2010. Role of Brazilian Amazon protected areas in climate change mitigation. Proceedings of the National Academy of Sciences 107, 10821-10826.

Silva, D. S., 2019. Trajetórias de uso e cobertura da terra no município de Novo Progresso-Pará. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Agronomia) - Universidade Federal Rural da Amazônia, Belém.

Silva, T. M. L., Borges, M. S., Andrade, M. M. N., Costa, T. J. C., 2019. Análise do uso e ocupação do solo e mapeamento de áreas aterradas em Abaetetuba (PA). Jornal Aplicado em Hidroambiente e Clima 1, 38-50.




DOI: https://doi.org/10.29150/jhrs.v10.2.p77-86

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 4.0 International License.

Indexadores / Base de Dados:

 

Google Scholar

 

Journal of Hyperspectral Remote Sensing - eISSN: 2237-2202