Romaria da Chapada do Apodi/CE: luta por justiça e direitos na resistência ao agronegócio

Letícia Gabrielle Batalha do Nascimento, Liana Sandra Maia Chaves Leitão, Leandro Vieira Cavalcante, Camila Dutra dos Santos

Resumo


Este artigo discute a importância da Romaria na Chapada do Apodi, entendida como a expressão da luta de camponeses(as) e trabalhadores(as) rurais contra a expansão do agronegócio na região cearense do Baixo Jaguaribe e os diversos impactos decorrentes desse processo. Através da pesquisa-participante realizada, traçamos o perfil dos sujeitos que participam dessa rede de resistência e evidenciamos as principais problemáticas, ações e motivações que impulsionam a luta por justiça e direitos no campo da região jaguaribana, mediante a realização da referida Romaria. Nossa metodologia baseou-se em pesquisa bibliográfica e documental, elaboração de hemeroteca, trabalhos de campo, vivência nos territórios de luta, realização de entrevistas e aplicação de questionários, assim como tabulação e interpretação de dados. Os resultados obtidos revelaram uma coesão e articulação entre os movimentos sociais, os(as) camponeses(as) e a Igreja entorno da denúncia do modelo nocivo do agronegócio implantado na região, também anunciam a insurgência dos sujeitos sociais na luta por terra, água, alimento, justiça e direitos.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES E BASE DE DADOS

 
 
 LATINDEX
 
Thumbnail
 
 
Sumários.org