Balanço de Energia à Superfície para a Cidade de Patos - PB Usando Técnicas de Sensoriamento Remoto (Surface Energy Balance for the Patos City-PB Using Remote Sensing Techniques)

Lidiane Cristina Félix Gomes, Carlos Antonio Costa dos Santos, Hermes Alves de Almeida

Resumo


O principal objetivo deste trabalho foi quantificar os principais componentes do balanço de energia à superfície da cidade de Patos- PB utilizando-se técnicas de sensoriamento remoto a partir de imagens do TM Landsat-5 e aplicação do algoritmo SEBAL para determinar os componentes do balanço de energia à superfície. Os resultados mostraram que o saldo de radiação (Rn) variou de modo similar ao determinado na literatura; os valores do fluxo de calor sensível (H) apresentaram alta variabilidade espacial, coerentes com a distribuição espacial de H sobre a área estudada. O fluxo de calor latente (LE) apresentou os maiores valores para os corpos d’água e área vegetadas e menores valores para a zona urbana e solo exposto, devido à sua baixa disponibilidade de umidade, resultando em valores de evapotranspiração diária variando entre 0,1 e 12 mm dia-1. A imagem de satélite mostrou que a modificação do uso e da cobertura do solo contribui para o balanço de energia à superfície de uma área urbana.

 

Abstract

The main objective of this study was to quantify the major components of the energy balance at the surface of the city of Patos-PB using remote sensing images from Landsat-5 TM and application of SEBAL algorithm to determine the components of the surface energy balance. The findings showed that the net radiation (Rn) ranged similarly to those presented in the literature; the values of the sensible heat flux (H) showed high spatial variability, consistent in the spatial distribution of H in the area studied. The latent heat flux (LE) showed the highest values for the water bodies and vegetated area, and lowest values for urban areas and bare soil, due to its low availability of moisture, resulting in daily evaporation values from 0.1 to 12 mm day-1. The satellite image showed that the change of use and land cover contributes to the surface energy balance of an urban area.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26848/rbgf.v06.1.p015-028



      

Revista Brasileira de Geografia Física - ISSN: 1984-2295

Creative Commons License
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License