Influência de Alguns Elementos Climáticos na Deposição de Serapilheira no Cultivo de Erva Mate (Ilex paraguariensis) na Região Sudeste do Paraná (Influence of Some Climatic Elements in Litter Production in the Cultivation of Mate Herb (Ilex paraguariensis

Valdemir Antoneli, Regiane Schenemann

Resumo


Este artigo teve como objetivo analisar a deposição de serrapilheira e sua relação com alguns elementos do clima em cultivo de erva mate (Ilex paraguariensis)  na área rural no município de Imbituva/PR localizado na Região sudeste do estado do Paraná. Salienta-se que a variabilidade na produção de serrapilheira em erva-mate pode influenciar na lucratividade do agricultor uma vez que as folhas, pequenos galhos compõem o extrato arbóreo que é colhido para a comercialização. Para esta pesquisa, foram instaladas 10 parcelas de 1x1 m2, as quais foram coletadas mensalmente ao longo do ano de 2013. Os dados climáticos do município foram fornecidos pelo IAPAR. Ao término da pesquisa a deposição de serrapilheira em erva-mate foi 311,5 g/m², sendo que deste total 260,4 g/m² (83,7%) eram folhas, 14,6 g/m² (4,7%) de galhos e 36,5 g/m² (11,7%) de miscelânea. Observou-se que dentre os condicionantes climáticos, a temperatura exerce maior influência na deposição. Já a umidade relativa e a precipitação não indicaram correlação significativa. Os meses de dezembro e janeiro indicaram maior produção de serrpailheira e os meses de agosto e setembro menor produção. Os meses indicados para a colheira são aqueles do final do inverno e inicio da primavera por antecederem os picos de produção no final da primavera e verão.

 

A B S T R A C T

This article aims to analyze the deposition of eaf litter and its relationship with some elements of the climate in the cultivation of mate herb (Ilex paraguariensis) in the rural area in the town of Imbituva / PR located in the southeastern region of the state of Paraná. It is noted that the variability in production of leaf litter in mate herb can influence the profitability of the farmer once the leaves, twigs compose the arboreal extract that is collected for marketing. For this survey, 10 plots of 1x1 m2 installed, which were collected monthly through the year 2013. Climatic data from the municipality were provided by IAPAR. At the end of the study the deposition of leaf litter in mate herb was 311.5 g/m², of this total 260.4 g/m² (83.7 %) were leaves, 14.6 g / m² (4.7%) branches and 36.5 g/m² (11.7%) miscellaneous. It was observed that among the climatic constraints, the temperature has more influence on deposition. The relative humidity and rainfall did not show significant correlation. The months of December and January showed greater production of leaf litter and the months of August and September reduced production. The months indicated for harvest are those of the late winter and early spring for preceding production peaks in late spring and summer.

Keywords: mate herb, litter, climate, monthly production.

 


Palavras-chave


erva mate, serrapilheira, clima, produção mensal.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26848/rbgf.v7.3.p486-496



      

Revista Brasileira de Geografia Física - ISSN: 1984-2295

Creative Commons License
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License