Tendências Climáticas das Temperaturas do Ar no Estado do Rio Grande do Sul, Sul do Brasil

Ana Paula Assumpção Cordeiro

Resumo


A temperatura média global (continente e oceano) da superfície mostra um aquecimento linear de 0,85 (0,65 a 1,06) °C no período 1880-2012. Com a hipótese de que as tendências climáticas observadas em escala global estejam, também, ocorrendo no sul do Brasil, o objetivo deste trabalho foi analisar, temporal e espacialmente, as tendências climáticas, anuais e estacionais, da temperatura mínima do ar, temperatura máxima do ar e temperatura média do ar no Estado do Rio Grande do Sul, bem como discutir possíveis causas. Espera-se que essas informações possam subsidiar pesquisadores em diversas áreas de atividade, especialmente na agricultura. Para tal foram utilizados dados mensais do período de 1950 a 2009, de 14 estações meteorológicas, obtidos no 8º Distrito Meteorológico - Instituto Nacional de Meteorologia. Neste período de sessenta anos, as três temperaturas apresentaram tendência de aumento nas quatro estações do ano e no caso anual, exceto a temperatura máxima no verão, que apresentou tendência de redução. A tendência de aumento das três temperaturas foi mais fraca no inverno e mais forte na primavera. A temperatura mínima do ar foi a que apresentou a mais forte tendência de aumento, exercendo grande influência na tendência de aumento da temperatura média do ar. As tendências observadas estão relacionadas, pelo menos em parte, com o fenômeno El Niño Oscilação Sul (ENOS), especialmente sua fase quente, El Niño, mais fortes, frequentes e extensos a partir da década de 1980, principalmente na primavera e início do verão (épocas de maior impacto do fenômeno no clima do Estado). No entanto, são coerentes também com o aumento do efeito estufa na atmosfera e com o aquecimento do sistema climático global e regional. Os resultados deste trabalho servem de subsídios para o planejamento de estratégias de adaptação e/ou mitigação de seus possíveis impactos negativos, ou para tirar proveito de possíveis condições climáticas favoráveis.


Palavras-chave


mudanças climáticas, El Niño, La Niña

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26848/rbgf.v9.3.p868-880



      

Revista Brasileira de Geografia Física - ISSN: 1984-2295

Creative Commons License
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License