Variação do índice de aridez e tendência climática à desertificação para a região semiárida do nordeste brasileiro (Variation of aridity index and climatic trend to desertification for the semi-arid region of the Brazilian Northeast)

Iug Lopes, Saulo Medrado dos Santos, Brauliro Gonçalves Leal, Juliana Maria Medrado de Melo

Resumo


Uma das formas mais simples e aplicadas para a verificação da Tendência a Desertificação (TD) é através dos Índices de Aridez (IA). Assim, com a possibilidade de verificação da situação do IA e da TD na Região Semiárida do Nordeste, o objetivo foi a investigação da variação do IA e suas classificações, ao longo do período de 1961 a 2015 (em séries temporais de 30 anos), além TD para a região alvo do estudo. É maioria unânime que está ocorrendo a redução do IA para a região semiárida do Nordeste, sendo que cada estado apresenta uma situação peculiar e possível justificativa para o que está ocorrendo. Apesar de mudanças do IA, em muitas localidades, observou-se que não ocorreu alterações na classificação a Tendência a Desertificação, porém apresentam a maior tendência desertificação e a sua é classificação é alta. Verificou-se que também é necessário o aprofundamento deste estudo, com mais variáveis e com o uso da modelagem numérica e de tendência no que diz respeito à avaliação da desertificação para algumas regiões que foram pouco conclusivas do Semiárido do Nordeste.

 

 

A B S T R A C T

One of the most useful and applied forms for verification of the Desertification Trend (TD) is through the calculation of the Aridity Indices (IA). Thus, the present work uses such methodology to verify the situation of IA and TD in the semi-arid region of Northeast Brazil. The objective was to investigate the variation of AI and its classifications over the period from 1961 to 2015, using a time series of 30 years, in addition to TD for the target region of the study. It is a consensus in the literature the occurrence of IA reduction for the semi-arid region of the Northeast, with each state presenting a peculiar situation and possible justification for the occurrence. With the results was possible to observe that in spite of changes of the IA in many localities, it was observed that there were no changes in the classification of the Tendency to Desertification. It was also verified the need to deepen these studies using climatic variables, with the use of more variables and with the use of numerical and trend modeling with regard to the evaluation of desertification for some regions that were not conclusive in this study.

Keywords: Climate change, moving averages, climatology. 


Palavras-chave


Mudanças climáticas, médias móveis, climatologia.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.26848/rbgf.v10.4.p1014-1026



      

Revista Brasileira de Geografia Física - ISSN: 1984-2295

Creative Commons License
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License