Geotecnologias Aplicadas à Análise de Ilhas de Calor de Superfície em Cidades do Interior do Estado de São Paulo

Gislene Figueiredo Ortiz Porangaba, Margarete Cristiane de Costa Trindade Amorim

Resumo


A qualidade dos ambientes urbanos tem se mostrado de maneira inadequada para parcela significativa da população, devido ao fato de não se considerar, no seu processo de expansão territorial, as características físicas desses ambientes. No intuito de amenizar os problemas relacionados à qualidade desses ambientes, particularmente no que se refere às características da temperatura e à geração de ilhas de calor de superfície, a comunidade científica vem desenvolvendo formas de análise para auxiliar no planejamento ambiental das cidades tendo o sensoriamento remoto como grande aliado. Nas análises acerca das ilhas de calor de superfície, o sensoriamento remoto auxilia na representação da temperatura dos alvos urbanos em relação ao entorno próximo e na avaliação da cobertura vegetal, que é um importante elemento para amenizar as ilhas de calor superficiais. Nesse sentido, no presente artigo tem-se por objetivo analisar a cobertura vegetal por meio do Índice de Vegetação por Diferença Normalizada (NDVI) e sua interferência na temperatura da superfície nas cidades de Assis, Cândido Mota, Maracaí e Tarumã (São Paulo/Brasil). Para isso foram utilizadas imagens do satélite Landsat 8, banda 10, para o cálculo da temperatura dos alvos e as bandas 4 e 5 para o cálculo do NDVI.  Pode-se concluir por meio da análise do NDVI que a vegetação exuberante e/ou ativa (alto NDVI) tem papel fundamental na amenização das temperaturas dos alvos. Por outro lado, NDVI baixo, devido à alta densidade construtiva nas áreas urbanas ou em período de estiagem, particularmente nas áreas rurais próximas, favorece o aquecimento superficial.


Palavras-chave


Sensoriamento Remoto, NDVI, Temperatura de superfície, Clima urbano.

Referências


Almutairi, M.K., 2015. Derivation of urban heat island for Landsat 8 TIRS Riyadh City (KSA). Journal of Geoscience and Environment Protection, 3, p. 18-23.

Amorim M.C.C.T., Dubreuil V., Quenol H., Sant’anna J.L., 2009. Características das ilhas de calor em cidades de porte médio: exemplos de Presidente Prudente (Brasil) e Rennes (França). Confins [Online], 7. 16p. Disponível: http://confins.revues.org/index6070.html. Acesso: 20 ago. 2018.

Amorim, M.C.C.T., Monteiro, A., 2011. As temperaturas intraurbanas: exemplos do Brasil e de Portugal. Confins (Paris). , v.13, p.1–18.

Cruz, G.C.F., 2009. Clima urbano de Ponta Grossa – PR: uma abordagem da dinâmica climática em cidade média subtropical brasileira. Tese (Doutorado). São Paulo, FFLCH/USP.

Dumke, E.M.S., 2007. Clima urbano/conforto térmico e condições de vida na cidade – uma perspectiva a partir do aglomerado urbano da região metropolitana de Curitiba. Tese (Doutorado). UFPR.

Frasca Teixeira, D.C., Amorim, M.C.C.T., 2013. Estudo do Clima Urbano a partir da Análise da Temperatura da Superfície no Município de Rancharia-SP. In: Anais XV Simpósio Brasileiro de Geografia Física Aplicada, Vitória. UFES, p. 49-56.

Gartland, L., 2010. Ilhas de calor: como mitigar zonas de calor em áreas urbanas. Oficina de Textos, São Paulo.

Jensen, J.R., 2009. Sensoriamento Remoto do ambiente: uma perspectiva em recursos terrestres. 2 ed. Parênteses, São José dos Campos.

Leiva, S.R., 2014. Islas frías urbanas en la ciudad de Santiago. Boletín Electrónico de Geografía. n.2, p. 32-44.

Lima, V., Amorim, M.C.C.T., 2010. A utilização de cartas de temperatura da superfície na análise de qualidade ambiental urbana. In: Anais IX Simpósio Brasileiro de Climatologia Geográfica, Fortaleza-CE, CD-ROM.

López Gómes, A., Fernández García, F., Fernández Renau, A., García Hernández, E., Arroyo Ilera, F., 1998. Temperaturas nocturnas y diurnas en Madrid a partir de teledetección aeroportada. Madrid: Editorial Parteluz.

Monteiro, C.A.F., Mendonça, F., 2003. Clima Urbano. Contexto, São Paulo.

Ribeiro, E.A.W., 2012. Operações aritméticas com o Spring para o estudo da vegetação. Presidente Prudente: Azimute, v.1.

Voogt, J.A., Oke, T.R., 2003. Thermal remote sensing of urban climates, Remote Sensing of Environment, 86, 370-384.




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Revista Brasileira de Geografia Física - eISSN: 1984-2295

Creative Commons License
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License