Distribuição potencial de Vouacapoua americana Aubl. na Amazônia brasileira e o impacto da mudança no uso do solo

Gustavo Carvalho Spanner, Raírys Cravo Herrera, Wellington de Pinho Alvarez, Lucas de Oliveira Lima, Adriano José Nogueira Lima

Resumo


Modelos de Distribuição de Espécies são úteis na descoberta de padrões de distribuição das espécies, e das variáveis que estão influenciando. O objetivo deste trabalho foi descrever a distribuição potencial de Vouacapoua americana para o território amazônico, bem como verificar pressão antropogênica nos locais de ocorrência. Foram utilizados os dados de ocorrência da espécie obtidos por registros em herbários e variáveis climáticas derivadas de precipitação e temperatura. Modelos foram gerados através do algoritmo de máxima entropia e validados a partir de matrizes de confusão e da área sob a Curva. Dados secundárias de uso do solo, desflorestamento, pastagens e queimadas de diferentes plataformas foram processados no open gis QGIS 3.14. Constatou-se ocorrência da espécie ao norte da América do Sul. Na Amazônia brasileira, no arco de ocupação consolidada, foram identificados 294 focos de calor e 98,521 km² de pastagens. Estudos com essa abordagem podem subsidiar políticas públicas para conservação da biodiversidade.


Palavras-chave


Distribuição, Maxent, algoritmo, paisagem

Referências


Alexandre B. R.; Lorini, M. L.; Grelle, C. E. V. 2013. Modelagem preditiva de distribuição de espécies ameaçadas de extinção: um panorama das pesquisas. Oecologia Australis, 17, 483-508. Disponível em: https://revistas.ufrj.br/index.php/oa/article/view/8298 . Acesso em 01 ago. 2020.

Almeida, C, A.; Coutinho, A, C.; Mora, J, C, D.; Adami, M.; Venturieri, A.; Diniz, C, G.; Dessay, N.; Durieux, L. 2016. High spatial resolution land use and land cover mapping of the Brazilian Legal Amazon in 2008 using Landsat-5/TM and MODIS data. Acta Amazônia. 46(3), 291 – 302

Allouche, O.; Tsoar, A.; Kadmon, R. 2006. Assessing the accuracy of species distribution models: prevalence, kappa and the true skill statistic (TSS). Journal of Applied Ecology, 43, 1223 – 1232.

Barreiro, I. M. J. 2014. Uso de modelagem de distribuição potencial como ferramenta para encontrar espécies pouco amostradas. Dissertação (Mestrado em Ecologia e Conservação da Biodiversidade - Universidade Estadual de Santa Cruz. Disponível em: https://repositorio.ufsm.br/bitstream/handle/1/5314/PIETCZAK%2C%20CAROLINA.pdf?sequence=1&isAllowed=y . Acesso em: 15 ago. 2020.

Barros, F. S. M.; Siqueira, M. F.; Costa, D. P. 2011. Modelagem da distribuição geográfica potencial de cinco espécies de Metzgeria no Brasil, visando à conservação. Anais XV – Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto, Curitiba, p. 5753.

Batista, M. A. 2015. Fenologia reprodutiva, biometria de frutos e sementes de acapu provenientes de três populações, Anapu-PA. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Engenharia Florestal) - Universidade Federal do Pará.

Becker, B. 2005. Geopolítica da Amazônia. Estudos Avançados, 19, 53. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/ea/v19n53/24081.pdf/ . Acesso em: 16 fev. 2020.

Brasil. CONAMA. Resolução n° 428, de 17 de dezembro de 2010. Disponível em: http://www2.mma.gov.br/port/conama/legiabre.cfm?codlegi=641 . Acesso em 10 de jan. 2020.

Brasil. Ministério do Meio Ambiente - MMA. Portaria nº 443, de 17 de dezembro de 2014. Reconhece como espécies da flora brasileira ameaçadas de extinção aquelas constantes da “Lista Nacional Oficial de Espécies da Flora Ameaçadas de Extinção”. Disponível em: https://www.mma.gov.br/biodiversidade/conservacao-de-especies/fauna-ameacada/flora.html Acesso em 03 mar. 2018

Coelho, G. L. N.; Carvalho, L. M. T.; Gomide, L. R. 2016. Modelagem preditiva de distribuição de espécies pioneiras no Estado de Minas Gerais. Pesquisa Agropecuária Brasileira, 51, 2, 207 – 2014. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1590/S0100-204X2016000300002 . Acesso em: 14 ago. 2020.

Elith, J.; Graham, C. H.; Anderson, R. P.; Dudik, M.; Ferrier, S.; et al. 2006. Novel methods improve prediction of species distribution from occurrence data. Ecography, v. 29, p. 129 – 151.

Fernandes, F.A.; Cerri, C.C.; Fernandes, A.H.B.M. 1999. Alterações na matéria orgânica de um Podzol Hidromórfico pelo uso com pastagens cultivadas no Pantanal Mato-Grossense.Pesquisa Agropecuária Brasileira, 34: 1943-1951.

Hijmans, R. J.; Cameron, S. E.; Parra, J. L.; Jones, P. G.; Jarvis, A. 2005. International Journal of Climatology, v.25, n. 15, p. 1965 – 1978.

Leite, A. M. C.; Lleras, E. 1993. Acta Botânica Brasilica, 7(1), 61-94.

Lepsch, I, F. 2010. Formação e Conservação Dos Solos. São Paulo: Oficina do texto.

Liu, A.; White, M.; Newell, G. 2013. Selecting thresholds for the aplication of species occurrence with presence-only data. Journal of Biogeography, 40, 778-789.

Liu, C.; Berry, P. M.; Dawson, T. P.; Pearson, R. G. 2005. Selecting thresholds of ocurrence in the prediction of species distributions. Ecography, 28, 385- 393.

Martins, T. G.V., Reis, G. G., Reis, M. G.F., Telles, L. A.A., Lage, M. R., Mendes , G. G.C., Pinto, D. L., Castro, N.L.M., Lorenzon, A. S., Silva, R. S., Gonzáles, D.G.E.. 2020. Potential planting areas for native tree species in minas gerais state, Brazil, based on environmental variables and wood demand. Ecological Modelling. 432(15), 109-211. Ecological Modelling. https://doi.org/10.1016/j.ecolmodel.2020.109211

Phillips, S. J.; Anderson, R. P.; Schapire, R. E. 2006. Maximum entropy modeling of species geographic distributions. Ecological Modelling, v. 190, n. 3-4, p. 231-259. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S030438000500267X . Acesso em: 14 jan. 2017

Prates-Clark, C. C.; Saatchi, S. S.; Agosti, D. 2008. Predicting geographical distribution model of high-value timber trees in the Amazon Basin using remotely sensed data. Ecological Modelling. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/223721461_Predicting_geographical_distribution_models_of_high-value_timber_trees_in_the_Amazon_Basin_using_remotely_sensed_data . Acesso em: 19 jan. 2017.

Saatchi, S.; Buermann, W.; Ter Steege, H.; Smith, T. B. 2008. Modeling distribution of Amazonian tree species and diversity using remote sensing measurements. Remote Sensing of Environmental, 5. Disponível em: https://www.sciencedirect.com/science/article/abs/pii/S0034425708000254 . Acesso em: 19 jan. 2017.

Stalin, N.; Swany, P. S. Prediction of suitable habitats for Syzygium caryophyllatu, na endangered medicinal tree by using species distribution modeling for conservation planning. European Journal of Experimental Biology, 5(11), 12 – 19, 2015. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/303487375_Prediction_of_suitable_habitats_for_Syzygium_caryophyllatum_an_endangered_medicinal_tree_by_using_species_distribution_modelling_for_conservation_planning_N_Stalin_and_Swamy_P_S Acesso em 03 mar. 2018

Tricart, J. 1977. Ecodinâmica. Rio de Janeiro: IBGE, Diretoria Técnica, SUPREN.

Varty, N.; Guadagnin, D.L. 1998. Vouacapoua americana. The IUCN Red List of Threatened Species 1998: e.T33918A9820054. Disponível em: https://dx.doi.org/10.2305/IUCN.UK.1998.RLTS.T33918A9820054.en. Acesso em 08 April 2020.




DOI: https://doi.org/10.26848/rbgf.v14.2.p%25p

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

      

Revista Brasileira de Geografia Física - ISSN: 1984-2295

Creative Commons License
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial 4.0 International License