A instrução pública do Serro/MG como microcosmo da educação brasileira (1821-1840)

Danilo Arnaldo Briskievicz

Resumo


A história da educação brasileira no período entre 1821 e 1840 é analisada a partir de um microcosmo que é a cidade do Serro/MG, antiga vila do ouro do século XVIII. Por apresentar características próprias como a permanência do padroado como estrutura de poder local, o discurso das elites locais sobre a modernização da educação brasileira e uma constante iniciativa de introdução e manutenção da instrução pública, em especial de primeiras letras, acreditamos que a cidade mineira é como um microcosmo da educação em território nacional. A metodologia baseia-se no mapeamento, coleta e análise de documentos de arquivos públicos e particulares bem como da leitura dos livros de autores especializados no tema. O resultado esperado é que apresentemos um microcosmo da educação nacional do período de 1821-1840 a partir da cidade-sede da Comarca do Serro do Frio.


Palavras-chave


História da educação, História do Brasil; Trabalho docente; Cotidiano escolar

Texto completo:

PDF

Referências


ARQUIVO IPHAN SERRO. Documentos de Câmara. Documento 105, Caixa 05, 05/08/1880.

ARQUIVO PESSOAL MARIA EREMITA DE SOUZA. Caderno [4] 00-00-0000 Francisco de Assis Gomes Pinheiro [d], sem paginação.

ARQUIVO PESSOAL MARIA EREMITA DE SOUZA. Caderno [12] 00-00-1967 Abelha, sem paginação.

ARQUIVO PESSOAL MARIA EREMITA DE SOUZA. Caderno [24] 24-05-1973 Caderflex, sem paginação.

BOURDIEU, Pierre. O poder simbólico. 2. ed. Lisboa: Edições 70, 2011.

BRAZIL. Câmara dos Deputados. Lei de 15 de outubro de 1827. Disponível em: . Acesso em: 11 abr. 2019.

BRISKIEVICZ, Danilo Arnaldo. A arte da crônica e suas anotações: história das Minas do Serro do Frio à atual cidade do Serro em notas cronológicas (14/03/1702 a 14/03/2003). Porto Alegre: Revolução E-book – Simplíssimo, 2017.

BRISKIEVICZ, Danilo Arnaldo. A arte da tipografia e seus periódicos. História da imprensa serrana das Minas do Serro do Frio à cidade do Serro. 1702-2000. Serro: Tipographia Serrana, 2002.

CHAGAS, Paulo Pinheiro. Teófilo Ottoni. Ministro do povo. 2. ed. rev. ampl. Rio de Janeiro, Livraria São José, 1956.

CHIZZOTTI, Antônio. A constituinte de 1823 e a educação. In: FÁVERO, Osmar (org.). A educação nas constituintes brasileiras, 1823-1988. Campinas/SP: Autores Associados, 2005.

CURY, Carlos Roberto Jamil. Educação e direito à educação no Brasil: uma história pelas Constituições. Belo Horizonte: Mazza Edições, 2014.

DURKHEIM, Émile. As formas elementares da vida religiosa: o sistema totêmico na Austrália. São Paulo: Paulinas, 1989.

DURKHEIM, É. Les formes élémentaires de la vie religieuse. Paris: Presses Universitaires de France, 1968.

FARIA FILHO, Luciano de; CHAMON, Carla Simone; ROSA, Walquíria Miranda. Educação elementar. Minas Gerais na primeira metade do século XIX. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2006.

GAUTHIER, Clermont; TARDIF, Maurice. A pedagogia. Teorias e práticas da antiguidade aos nossos dias. 3. ed. Petrópolis/RJ: Vozes, 2014.

GIRARD, René. A violência e o sagrado. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1998.

JINZENJI, Mônica Yumi. Cultura impressa e educação da mulher no século XIX. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2010.

MARTINS, Lúcio Urbano Silva; SOARES, Rosane Vianna. Comarcas de Minas. Volume I. Belo Horizonte: Imprensa Oficial de Minas Gerais, 2016.

MARTINS, Roberto Borges. A economia escravista de Minas Gerais no século XIX. Belo Horizonte: CEDEPLAR/UFMG, 1980. Disponível em: . Acesso em: 21 mar. 2019.

NASCIMENTO, Maria Isabel Moura. O império e as primeiras tentativas de organização da educação nacional (1822-1889). Disponível em: . Acesso em: 22 mar. 2019.

SAVIANI, Dermeval. História das ideias pedagógicas no Brasil. 4. ed. Campinas: Autores Associados, 2013.

SAVIANI, Dermeval; ALMEIDA, Jane Soares de; SOUZA, Rosa Fátima de;

VALDEMARIN, Vera Tereza. O legado educacional do século XIX. 3. ed. Campinas/SP: Autores Associados, 2014.

SILVA, Dario Augusto Ferreira da. Memória sobre o Serro Antigo. Serro: Tipographia Serrana, 1928.

SOUZA, José Moreira de. Cidade: momentos e processos. Serro e Diamantina na formação do norte mineiro no século XIX. São Paulo: Marco Zero, 1993.

SOUZA, Maria Eremita de. Aconteceu no Serro. Belo Horizonte: BDMG, 1999.

TRINDADE, Dom Frei José da Santíssima. Visitas pastorais de Dom Frei José da Santíssima Trindade (1821-1825). Belo Horizonte: Fundação João Pinheiro, 1998.

WEIS, Raquel Andrade. Do mundano ao sagrado: o papel da efervescência na teoria moral durkheimiana. Horizontes Antropológicos, Porto Alegre/RS, n. 40, p. 395-421, jul./dez. 2013.




DOI: https://doi.org/10.22264/clio.issn2525-5649.2019.37.2.10

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 .

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Indexadores:

                    

                                   

 

eISSN: 2525-5649  Av. da Arquitetura, s/n CFCH-10°Andar, CDU - Recife-PE - CEP: 50740-550 Fone:+55(81)2126-8292  editorclio@gmail.com

                                                                                                                                                                         desde 20. Set. 2018  Contador de visitas