COLONOS PORTUGUESES E LUSO-BRASÍLICOS NA FORMAÇÃO DE AGRUPAMENTOS FAMILIARES NA FREGUESIA DO SERIDÓ (1788-1811)

Helder Alexandre Medeiros de Macedo

Resumo


O objetivo deste artigo é reconstituir a origem de portugueses em agrupamentos familiares construídos no território da Freguesia da Gloriosa Senhora Santa Ana do Seridó, que era formada por ribeiras das Capitanias do Rio Grande e Paraíba, ocupadas pela pecuária desde o final do século XVII no contexto da ocidentalização. Parte de uma revisão da literatura regional que se dedicou à pesquisa dos troncos genealógicos do Seridó e toma como fonte prioritária os registros de batizados, casamentos e enterros da freguesia, no período de 1788 a 1811, analisados pelo método da demografia histórica e como recorte de análise os agrupamentos familiares formados por colonos de origem portuguesa.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 .

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

                        

                

eISSN: 2525-5649  Av. da Arquitetura, s/n CFCH-10°Andar, CDU - Recife-PE - CEP: 50740-550 Fone:+55(81)2126-8292  editorclio@gmail.com

                                                                                                                                                                         em 20. Set. 2018 Contador de visitas