O LIVRO DAS FORTALEZAS: FONTE ICONOGRÁFICA PARA O ESTUDO DA FRONTEIRA LUSO-CASTELHANA QUINHENTISTA

Edison Bisso Cruxen

Resumo


Este artigo propõe apresentar o tratado de fortificações “Livro das Fortalezas”, produzido pelo escudeiro real Duarte D’Armas, para o rei de Portugal, D. Manuel “o Venturoso”, como um documento histórico iconográfico de relevante importância para o estudo e constituição de representações em relação a paisagem, cotidiano e arquitetura na fronteira luso-castelhana dos princípios do século XVI.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


                          

             

 ISSN: 0102-9487  Av. da Arquitetura, s/n CFCH-10°Andar, CDU - Recife-PE - CEP: 50740-550 Fone:+55(81)2126-8292  editorclio@gmail.com