A invenção do Solar do Barão: a gravura brasileira em Curitiba.

Artur Correia de Freitas

Resumo


Este artigo tem por objetivo mapear as principais convergências estéticas e políticas responsáveis, entre fins dos anos 1970 e início dos 1980, pela criação do Centro Cultural Solar do Barão, em Curitiba, no Paraná. Sede do Museu da Gravura, dos atuantes ateliês da Fundação Cultural de Curitiba e das extintas Mostras da Gravura, o Solar do Barão não apenas centralizou por décadas o ensino, a preservação e a difusão da gravura no Paraná, como não tardou a ser visto, nas décadas seguintes, como um dos principais pólos nacionais de institucionalização da gravura no Brasil.


This paper analyzes the main aesthetic and political actions responsible for creating the Centro Cultural Solar do Barão between late 1970’s and early 1980’s, in Curitiba City, Paraná. The Solar do Barão is headquarters of the Museu da Gravura, engraving studios of the Fundação Cultural de Curitiba and the extinct Mostras da Gravura. As a cultural institution, the Solar do Barão was the main organization responsible for education, preservation and diffusion of engraving in Paraná, and it was seen as a leading national centers of institutionalization of engraving in Brazil.


Palavras-chave


arte brasileira; gravura; Centro Cultural Solar do Barão. // Brazilian art; engraving; Centro Cultural Solar do Barão.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 .

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

Indexadores:

                    

                                   

 

eISSN: 2525-5649  Av. da Arquitetura, s/n CFCH-10°Andar, CDU - Recife-PE - CEP: 50740-550 Fone:+55(81)2126-8292  editorclio@gmail.com

                                                                                                                                                                         desde 20. Set. 2018  Contador de visitas