n. 31.2 (2013)

Dossiê 1964: releituras historiográficas. (Edição de Dezembro 2013)


Capa da revista
A revista Clio – N. 31.2 (2013) elegeu como temática para seu dossiê 1964: releituras
historiográficas. Após quase três décadas do fim do regime instalado com o golpe de 31 de
março de 1964, liderado pelos militares, a produção historiográfica brasileira sobre esse
período tem se ampliado de forma considerável. A divulgação de muitos documentos,
produção de reportagens, publicação de obras historiográficas, de livros autobiográficos e de entrevistas, além de dissertações e teses possibilitou estabelecer uma ampla ressignificação desse passado recente da história do Brasil