DOS ENCONTROS À UNIÃO: A FORMAÇÃO DA UNIÃO DE MULHERES DE SÃO PAULO

Júlia Glaciela da Silva Oliveira

Resumo


Este artigo aborda o processo de formação da associação autônoma feminista União Mulheres de São Paulo, atuante na defesa e promoção dos Direitos Humanos das Mulheres. A entidade foi fundada, em 1981, por militantes de partidos de esquerda e ex-presas políticas que atuaram nas lutas pelas liberdades democráticas. Portanto, esse texto parte das narrativas das ativistas da UMSP, como Criméia Almeida, Amelinha Teles, Terezinha Gonzaga, Lurdinha Rodrigues e Kátia Antunes, para trilhar as experiências e os conflitos em torno de ser militante nas décadas de 1960 e 1970 e os caminhos que levaram a necessidade de constituir uma associação feminista autônoma.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 .

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

                        

                

eISSN: 2525-5649  Av. da Arquitetura, s/n CFCH-10°Andar, CDU - Recife-PE - CEP: 50740-550 Fone:+55(81)2126-8292  editorclio@gmail.com

                                                                                                                                                                         em 20. Set. 2018 Contador de visitas