Adesão da enfermagem à higienização das mãos segundo os fatores higiênicos de Herzberg

Annecy Tojeiro Giordani, Helena Megumi Sonobe, Gabriela Machado Ezaias, Maria Apparecida Valério, Denise Andrade

Resumo


RESUMO

Objetivo: identificar os fatores higiênicos no processo motivacional dos profissionais de enfermagem para adesão à higiene das mãos em ambiente hospitalar. Método: estudo seccional/transversal, com 135 profissionais da enfermagem que responderam a um questionário com 48 questões. Realizou-se análise exploratória univariada (frequências simples, porcentagens, média, mediana e desvio padrão). Resultados: os fatores higiênicos salário, benefícios sociais, relações interpessoais, condições do ambiente de trabalho e políticas institucionais não influenciaram sua adesão a esta prática e operam independente dos fatores motivacionais. Recomendam-se estratégias para participação destes na definição da educação permanente. Conclusão: concluiu-se que os fatores higiênicos minimizam a insatisfação no trabalho, porém não asseguram satisfação e adesão à HM. Descritores: Lavagem das Mãos; Assepsia; Motivação; Equipe de Enfermagem.

ABSTRACT

Objective: to identify hygienic factors in the motivational process of nursing professionals to adhere to hand hygiene in the hospital environment. Method: cross-sectional study with 135 nursing professionals who answered a questionnaire with 48 questions. Univariate exploratory analysis (single frequencies, percentages, mean, median and standard deviation) were conducted. Results: the hygienic factors salary, social benefits, interpersonal relationships, workplace conditions and institutional policies did not affect adherence to this practice and they operate independently from motivational factors. Strategies for participation of these in the definition of continued education are recommended. Conclusion: it was concluded that hygienic factors minimize job dissatisfaction but do not ensure satisfaction and adherence to HH. Descriptors: Handwashing; Asepsis; Motivation; Nursing Staff.

RESUMEN

Objetivo: identificar los factores higiénicos en el proceso motivacional de los profesionales de enfermería para adherencia a la higiene de las manos en ambiente hospitalario. Método: estudio seccional/transversal, con 135 profesionales de enfermería que respondieron a un cuestionario con 48 preguntas. Se realizó análisis exploratorio uni-variado (frecuencias simples, porcentajes, media, mediana y desvió padrón). Resultados: los factores higiénicos salario, beneficios sociales, relaciones interpersonales, condiciones del ambiente de trabajo y políticas institucionales no influyen su adherencia a esta práctica y operan independientemente de los factores motivacionales. Se recomiendan estrategias para participación de estos en la definición de la educación permanente. Conclusión: se concluye que los factores higiénicos minimizan la insatisfacción en el trabajo, sin embargo no aseguran satisfacción y adherencia a la HM. Descriptores: Lavado de las Manos; Asepsia; Motivación; Equipo de Enfermería.


Palavras-chave


Lavagem das mãos; Assepsia; Motivação; Equipe de enfermagem

Texto completo:

PDF (English) PDF


DOI: https://doi.org/10.5205/1981-8963-v10i2a10995p600-607-2016



Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

INDEXADORES E BASES BIBLIOGRÁFICAS:

 doajPeriódicoscapes

bvs elsevier nlm diadorim periodicaabec

 

cinahl citefactor cuidenplusb socolar ulrichs sumarios