Percepção de profissionais da estratégia saúde da família sobre o atendimento de urgência e emergência

Thais Alexandre de Oliveira, Gerardo Vasconcelos Mesquita, Andréia Rodrigues Moura da Costa Valle, Maria Eliete Batista Moura

Resumo


RESUMO

Objetivo: analisar a percepção dos profissionais da Estratégia Saúde da Família sobre o atendimento de urgência e emergência. Método: estudo descritivo, com abordagem qualitativa. Participaram 36 médicos e 34 enfermeiros de ESFs da zona sudeste de Teresina/PI, por meio de entrevista com roteiro semiestruturado. Os depoimentos foram processados pelo software IRAMUTEQ®. O projeto de pesquisa foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa, CAAE nº 20688713.7.0000.5210. Resultados: os resultados evidenciaram baixa efetividade da rede de atenção às urgências e emergências pelo desconhecimento e o despreparo dos profissionais quanto ao atendimento, bem como pela deficiência de recursos físicos e materiais. Conclusão: é imperativa a adoção de políticas públicas que visem o cumprimento legal e a otimização do acolhimento dos pacientes em urgência e emergência na atenção básica, a fim de concretizar a participação da ESF nas redes de atenção do Sistema Único de Saúde (SUS) na melhoria assistencial da população. Descritores: Percepção; Saúde da Família; Urgência; Emergência.

ABSTRACT

Objective: to analyze the Family Health Strategy professionals’ perception on the urgent and emergency attendance. Method: a descriptive study, with a qualitative approach. The participants were 36 doctors and 34 nurses from the FHSs of southeast Teresina/PI, throughout semi-structured guided interviews. The statements were processed by the IRAMUTEQ® software. The research project was approved by the Research Ethics Committee, CAAE nº 20688713.7.0000.5210. Results: the results showed low effectiveness of the urgency and emergency care network for the professional’s lack of knowledge, as well as for the deficit of physical and material resources. Conclusion: it is imperative to adopt public policies aimed at legal compliance and improvement of the basic care urgency and emergency patients, in order to effectively include FHS at the Unified Health System (SUS) care networks to better attend the population. Descriptors: Perception; Family Health; Urgency; Emergency.

RESUMEN

Objetivo: analizar la percepción de los profesionales de la Estrategia Salud de la Familia en la atención urgente y de emergencia. Método: estudio descriptivo con un enfoque cualitativo. Los participantes fueron 36 médicos y 34 enfermeras de la ESF del sureste de Teresina/PI, a través de entrevistas con guión semiestructurado. Los informes fueron procesados por el software IRAMUTEQ®. El proyecto de investigación fue aprobado por el Comité Ético de Investigación, CAAE nº 20688713.7.0000.5210 Resultados: los resultados mostraron una baja efectividad de la red de salud para la atención de emergencia por la ignorancia y la falta de preparación de los profesionales y de servicios, así como la carencia de recursos físicos y materiales. Conclusión: es imprescindible adoptar políticas públicas encaminadas al cumplimiento legal y para optimizar la recepción de los pacientes en la atención primaria urgente e de emergencia, con el fin de lograr la participación del ESF en las redes de atención del Sistema Único de Salud (SUS) en cuidar mejora de la población. Descriptores: Percepción; Salud; Urgencia; Emergencia.


Palavras-chave


percepção; saúde da família; urgência; emergência.

Texto completo:

PDF (English) PDF


DOI: https://doi.org/10.5205/1981-8963-v10i3a11080p1397-1406-2016



Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

INDEXADORES E BASES BIBLIOGRÁFICAS:

 doajPeriódicoscapes

bvs elsevier nlm diadorim periodicaabec

 

cinahl citefactor cuidenplusb socolar ulrichs sumarios