Aventuras da epistemologia ambiental. Da articulação das ciências ao diálogo de saberes

Marlise Capa Verde de Almeida, Anelise Miritz Borges, Juliane Portella Ribeiro, Marta Regina Cezar-Vaz

Resumo


A obra de Enrique Leff faz refletir sobre o surgimento do pensamento ecológico, remetendo às transformações sociais, econômicas e políticas que estão ocorrendo na sociedade, especialmente em relação ao aumento da produção de inovações tecnológicas a partir do conhecimento científico. Essas transformações retratam uma degradação ambiental oriunda de uma crise do conhecimento, em que há uma valorização excessiva do saber absoluto, inquestionável, fragmentado, que subsumiu as questões ambientais, a relação do ser humano com o ambiente e a natureza. O transbordamento do conhecimento produziu e produz um esvaziamento dos sentidos existenciais dos seres humanos, negando a outridade construída a partir das relações sociais e das questões do ser no tempo e na história.


Palavras-chave


Conhecimento; Natureza; Ciência.

Texto completo:

PDF PDF (English)


DOI: https://doi.org/10.5205/1981-8963-v10i5a11198p4432-4433-2016



Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

INDEXADORES E BASES BIBLIOGRÁFICAS:

 doajPeriódicoscapes

bvs elsevier nlm diadorim periodicaabec

 

cinahl citefactor cuidenplusb socolar ulrichs sumarios