Aula simulada no ensino de ações de enfermagem na intubação

Mateus Goulart Alves, Cinthia Cristina de Paulo Morais, Jozekeli Maia de Oliveira, Aline Teixeira Silva, Vanessa Oliveira Silva Pereira, Maria Célia Barcellos Dalri

Resumo


RESUMO

Objetivo: avaliar o uso da aula simulada para o ensino de ações de Enfermagem na intubação traqueal. Método: estudo quantitativo, quase experimental, tipo pré e pós-teste, realizado com 26 profissionais de Enfermagem dos serviços de urgência e emergência utilizando um questionário com 12 questões de múltipla escolha, baseado nas diretrizes do Pre-Hospital Trauma Life Support, aplicado antes e depois da aula simulada. Os dados coletados foram analisados por frequência simples e apresentados em tabelas. Resultados: verificou-se predominância do sexo feminino (73%), idade entre 20-39 anos (77%), categoria de técnicos de Enfermagem (50%), um a cinco anos de formação (46%), atuantes em intubação traqueal (77%) e sem capacitação periódica (81%). Verificou-se que 81% possuíam conhecimento sobre intubação traqueal e, após a estratégia de ensino, por meio de aula simulada, 98% ampliaram seus conhecimentos. Conclusão: a aula simulada é uma estratégia efetiva para o ensino de profissionais de Enfermagem sobre ações na intubação traqueal contribuindo para o avanço do conhecimento científico. Descritores: Enfermagem em Emergência; Capacitação em Serviço; Intubação; Simulação; Ensino; Conhecimento.

ABSTRACT

Objective: to evaluate the use of the simulated class for the teaching of Nursing actions in tracheal intubation. Method: a quasi-experimental, quasi-experimental, pre-and post-test study with 26 Emergency and Emergency Nursing professionals using a questionnaire with 12 multiple choice questions, based on Pre-Hospital Trauma Life Support guidelines applied before and after the simulated class. The collected data were analyzed by simple frequency and presented in tables. Results: predominantly female (73%), age between 20-39 years (77%), Nursing technicians category (50%), one to five years of training (46%), tracheal intubation (77%) and without periodic training (81%). It was verified that 81% had knowledge about tracheal intubation and, after the teaching strategy, through simulated class, 98% expanded their knowledge. Conclusion: the simulated class is an effective strategy for the teaching of Nursing professionals about actions in tracheal intubation contributing to the advancement of scientific knowledge. Descriptors: Emergency Nursing; Intervice Training; Intubation; Simulation; Teaching; Knowledge.

RESUMEN

Objetivo: evaluar el uso de la clase simulada para la enseñanza de acciones de Enfermería en la intubación traqueal. Método: estudio cuantitativo, casi experimental, tipo pre y post-test, realizado con 26 profesionales de Enfermería de los servicios de urgencia y emergencia, utilizando un cuestionario con 12 preguntas de múltiple elección, basado en las directrices del Pre-Hospital Trauma Life Support, aplicado antes y después de la clase simulada. Los datos recolectados fueron analizados por frecuencia simple y presentados en tablas. Resultados: se verificó predominancia del sexo femenino (73%), edad entre 20-39 años (77%), categoría de técnicos de Enfermería (50%), uno a cinco años de formación (46%), actuantes en intubación traqueal (77%) y sin capacitación periódica (81%). Se verificó que el 81% poseía conocimiento sobre intubación traqueal, y después de la estrategia de enseñanza, a través de clase simulada, el 98% amplió sus conocimientos. Conclusión: la clase simulada es una estrategia efectiva para la enseñanza de profesionales de Enfermería sobre acciones en la intubación traqueal, contribuyendo al avance del conocimiento científico. Descriptores: Enfermería de Urgencia; Capacitación em Servicio; Intubación; Simulación; Enseñanza; Conocimiento.


Palavras-chave


Enfermagem em emergência; Capacitação em serviço; Intubação; Simulação.

Texto completo:

PDF (English) PDF


DOI: https://doi.org/10.5205/1981-8963-v12i3a230940p592-598-2018



Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

INDEXADORES E BASES BIBLIOGRÁFICAS:

 doajPeriódicoscapes

bvs elsevier nlm diadorim periodicaabec

 

cinahl citefactor cuidenplusb socolar ulrichs sumarios