Humor: a holistic care and a promoting children's health

Helena Maria Guerreiro José

Resumo


Objetivo: Refletir sobre a importância do humor na vida da criança. Método: Usa-se um método reflexivo e analítico, baseado em literatura e que parte das seguintes questões: Existe um vínculo entre humor e saúde infantil? Que papel o humor tem na vida das pessoas? E na vida das crianças, concretamente? Resultados: Humor na vida das crianças?... Algo que é facilmente aceitável, comentado nos contextos da saúde, mas cujo valor terapêutico ainda não é indubitavelmente reconhecido. Não raras vezes se ouve dizer “… levam o humor aos serviços de Pediatria” contudo continua inconsistente a argumentação do valor terapêutico do humor, dos seus benefícios fisiológicos,  relacionais, entre outros. Os profissionais de saúde, que cuidam de crianças e adolescentes, têm um lugar singular na vida destas e das suas famílias, já que se cruzam em tempos de grande vulnerabilidade. Essas fases são geradoras de grande instabilidade e ansiedade, onde a perda de confiança e de controle dos sentimentos de impotência surgem a todo instante.Conclusão: O humor é uma ação de valor inegável, uma necessidade humana básica, um modo de aumentar o horizonte do olhar, uma forma própria de transformar a realidade, interpretar, criar perspectivas e promover o maior bem-estar possível da criança ou adolescente.

Palavras-chave


senso de humor e humor; bem-estar; criança; saúde holística; terapêutica

Texto completo:

PDF (English) PDF (English)


DOI: https://doi.org/10.5205/1981-8963-v6i10a7500p2551-2555-2012



Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

INDEXADORES E BASES BIBLIOGRÁFICAS:

 doajPeriódicoscapes

bvs elsevier nlm diadorim periodicaabec

 

cinahl citefactor cuidenplusb socolar ulrichs sumarios