RURAL METROPOLITANO E DESARTICULAÇÃO INSTITUCIONAL NO VALE DE ABURRÁ

Jade Vieira Cavalhieri, Leonardo da Silva Barbosa, Bruna de Souza Fernandes, Luciana Rodrigues Fagnoni Costa Travasso

Resumo


O presente artigo trata da expressão do rural na Região Metropolitana do Vale de Aburrá, tipologia que ocupa atualmente cerca de 84% deste território, submetido a um contexto de industrialização comum às metrópoles da América Latina, que levou à conformação de grandes concentrações urbanas alimentadas pela migração massiva do campo. Por meio de uma caracterização e contextualização do rural na região e como este é entendido no planejamento, com ênfase ao Plano de Gestão Territórios Integrados 2016-2019 e para as Diretrizes Metropolitanas de Ordenamento Territorial Rural, são identificadas fragmentações, falta de articulação institucional e negligência no tratamento dos territórios rurais, apesar da apresentação integradora, sistêmica e glocal a qual o plano se propõe, agudizando os já existentes, e produzindo novos entraves ao desenvolvimento rural, em escala local e regional.


Palavras-chave


Região Metropolitana do Vale de Aburrá; Rural metropolitano; Planejamento rural; Planejamento metropolitano; Área Metropolitana del Valle de Aburrá

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Jade Vieira Cavalhieri

 

 

 

 

Indexadores e Bases bibliográficas:

                    

      

 

 

 

Programa de Pós Graduação em História - PGH UFRPE

Universidade Federal Rural de Pernambuco

Rua Dom Manuel de Medeiros, s/nº

Dois Irmão, Recife, PE, CEP: 52171-010

Prédio Professor Ariano Suassuna (1º Andar) 

ISSN: 2525-6092

 

 

 

Licença Creative Commons

A Revista Rural & Urbano está licenciado com uma Licença Creative Commons