ESTUDO SOBRE O DESEMPENHO DE ESTUDANTES COTISTAS NEGROS NA UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO

Antonio de Assis Cruz Nunes

Resumo


A presente pesquisa trata sobre o sistema de cotas para estudantes negros no ensino superior. O estudo foi realizado  na Universidade Federal do Maranhão, especificamente nos cursos de pedagogia e direito, onde buscou-se verificar o gap racial dos rendimentos acadêmicos entre os estudantes cotistas negros, cotistas de escolas públicas e não-cotistas (universais). o instrumento de coletas de dados utilizado para a aferição do estudo se deu por meio dos históricos escolares. Foram pesquisados os anos de 2007 e 2008. O principal objetivo da pesquisa foi mostrar o panorama avaliativo dos desempenhos dos cursos selecionados à luz da ideologia meritocrática que concebe a inserção de candidatos a qualquer instância institucional através de seus talentos e capacidade cognoscitivas. neste sentido, acredita-se que os estudantes aprovados pelas cotas para negros teriam menos rendimentos intelectuais. Todavia, o resultado do estudo não apontou para essa direção, pois os rendimentos dos estudantes cotistas negros se apresentaram muito próximos e até acima dos estudantes não-cotistas.

 


Palavras-chave


Meritocracia, Cotas, Estudantes negros

Texto completo:

PDF


 

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.


                                         INDEXADORES

       
 
 
  
 
   
 
 
                                          BUSCADORES 
                                  


                                                      
                                           
                                              MÉTRICAS 
 
GOOGLE ACADÊMICO: https://scholar.google.com.br/citations?hl=pt-BR&user=BbrMvUMAAAAJ