TRABALHO E FORMAÇÃO EDUCACIONAL DE PROFESSORES DO ENSINO SUPERIOR

Olgaíses Maués

Resumo


Resumo

 

Este texto tem como objetivo analisar a formação e o trabalho docente no ensino superior, no contexto das mudanças que esse nível de ensino vem sofrendo, o que tem alterado a cultura acadêmica, a identidade e os objetivos (missões) institucionais. Essas mudanças podem estar trazendo consequências para o papel que o profissional da educação deve desempenhar, modificando o fazer acadêmico-pedagógico e acarretando um processo de intensificação, precarização e adoecimento para os docentes. No contexto da mundialização do capital a educação superior tem sido alvo de interesse por parte de muitos estudiosos da área. Há várias manifestações de organismos internacionais que têm opinado sobre o papel e a importância desse nível de ensino. O governo brasileiro também tem adotado algumas medidas que podem se configurar como uma reforma parcelada da educação superior.A partir desse “novo” papel que passou a ser exigido do ES, é que se poderá analisar a o trabalho e a formação docente com os desdobramentos referentes à precarização e ao adoecimento. Para tanto dividiremos o texto em três momentos: primeiramente abordaremos as mudanças que o capitalismo, via organismos internacionais, vem impingindo ao ES; em seguida analisaremos o “novo papel” que está sendo atribuído a esse nível de ensino, em função dessas mudanças; por fim abordaremos a formação e o trabalho do docente nesse contexto das transformações do capital, analisando o que é esperado desse profissional que está inserido nessa “nova” instituição.

 

Palavras chave: Trabalho; Educação Formação de Professores; Políticas de educação


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES E BASES DE DADOS

GOOGLE ACADÊMICO

UCL INSTITUTE OF EDUCATION LIBRARY

PKP | INDEX

IRESIE-INSTITUTO DE INVESTIGACIONES SOBRE LA UNIVERSIDADE Y LA EDUCATION 

EDUBASE

Tópicos EduSEcacionais - ISSN 0101-8701 (impresso) 2448-0215 (on line)