O NOVO REGIME FISCAL: a retórica da intransigência, o constrangimento da oferta de bens públicos e o comprometimento do PNE 2014-2024

Mário Luiz Neves de Azevedo

Resumo


Este artigo tem o objetivo de analisar os efeitos do Novo Regime Fiscal, que tramitou no Congresso Nacional como PEC 241/2016, passando pela PEC 055/2016 e que foi aprovado como Emenda Constitucional n. 95/2016. Para isto, o texto tem por referência a teoria crítica, em especial, Pierre Bourdieu e Albert Hirshman.

PALAVRAS-CHAVE: 1) PEC 241; 2) PEC 055; 3) EC 095; 4) Novo Regime Fiscal; 5) PNE 2014-2024


Palavras-chave


PEC 241, PEC 055, EC 095, Novo Regime Fiscal, PNE 2014-2024

Texto completo:

PDF


 

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.


                                         INDEXADORES

       
 
 
  
 
   
 
 
                                          BUSCADORES 
                                  


                                                      
                                           
                                              MÉTRICAS 
 
GOOGLE ACADÊMICO: https://scholar.google.com.br/citations?hl=pt-BR&user=BbrMvUMAAAAJ