Múltiplos e divisores no 6º ano do ensino fundamental: uma análise das praxeologias matemáticas

André Pereira da Costa, Alexandre Luis de Souza Barros, Maria Sônia Leitão de Melo Vieira, Almir Pereira de Moura

Resumo


Este artigo tem por objetivo discutir elementos que permitem a vivência do saber múltiplos e divisores na escola. Utilizamos as noções de habitat, nicho e praxeologia da Teoria Antropológica do Didático, desenvolvida por Chevallard (1998) e seus colaboradores. O percurso metodológico se sustenta numa abordagem qualitativa, composta pela análise dos documentos referenciais curriculares: Pernambuco (2012a, 2012b, 2013); Recife (2015) e do livro didático de Matemática do 6º ano adota pela escola. O estudo foi desenvolvido em duas etapas. A primeira composta pela análise dos referenciais curriculares, enquanto que a segunda é dedicada a analisar a proposta do livro didático. Os resultados revelam: aproximações entre Pernambuco (2013) e Recife (2015); existência de dois habitats com diferentes funcionalidades, para o citado saber; aproximações entre o livro e os referenciais. Por fim, verificarmos que o estudo dos critérios de divisibilidade é uma forte razão de ser do estudo de múltiplos e divisores.

 

Palavras-chave: múltiplos e divisores; praxeologia matemática; referenciais curriculares, livro didático.


Texto completo:

PDF

Referências


ARTAUD, Michèle. La Problématique Écologique – Un Stile d´approche du didactique. In: Actes de la IXième École d’été de Didactique des Mathématiques. Caen: ARDM&IUFM, 1998. pp. 100-139.

BRASIL. Guia de livros didáticos: PNLD 2014 matemática. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, 2013. Disponível em: . Acesso em: 09 jun. 2017.

BIGODE, A. J. L. Matemática Projeto Velear. São Paulo: Editora Scipione, 2013.

CHEVALLARD, Yves. Analysedes pratiques enseignantes Et didactique des mathematiques : L’approche anthropologique. La Rochelle, 1998. Disponível em: . Acesso em: 23 Jun. 2017.

CHEVALLARD, Yves. Approche Anthropologique du rapport au savoir et didactique des mathematiques. Paris, 2002. Disponível em: Acessado em 23 de jun de 2017.

GERHARDT, Tatiana Engel; SILVEIRA, Denise Tolfo. Métodos de pesquisa. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2009. Disponível em: . Acesso em: 20 jun. 2017.

PERNAMBUCO. Parâmetros para Educação Básica do Estado de Pernambuco. SEE – PE. 2012a.

PERNAMBUCO. Parâmetros para Educação Básica do Estado de Pernambuco: Parâmetros Curriculares de Matemática para o Ensino Fundamental e Médio. SEE – PE. 2012b.

PERNAMBUCO. Currículo de Matemática para o Ensino Fundamental. 2013.

RECIFE. Secretaria de Educação. Política de Ensino da Rede Municipal de Recife: ensino fundamental do 1º ao 9º ano. Recife: Secretaria de Educação, 2015.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES E BASES DE DADOS

GOOGLE ACADÊMICO

UCL INSTITUTE OF EDUCATION LIBRARY

PKP | INDEX

EDUBASE

Tópicos Educacionais - ISSN 0101-8701 (impresso) 2448-0215 (on line)