UM COMENTÁRIO SOBRE O OTIMISMO CULTURAL DE GEORGES SNYDERS

Flávio Brayner

Resumo


Georger Snyders é bastante conhecido do leitor brasileiro medianamente informado
em literatura pedagógica. Seu "Escola Classe e Luta de Classes" já alcançou um número considerável de reedições, embora algumas de suas obras mais recentes não tenham ainda sido devidamente prestigiadas pelas editoras brasileiras.


Texto completo:

PDF

Referências


Bemard, Michel; Critique des fondementes de l'éduc:ation. Paris. Chiron. 1989.

Chauí, Marilena. Confomtismo e Resistência. São Paulo. Brasiliense. 1985.

Ginzburg, Carla; O queijo e os vermes. São Paulo. Companhia das Letras. 1987.

Léfort, CJaude; Les formes de l'histoire. Paris. Gallimard. 1978.

Snyders, Georges; Pédagogle Progresiste. Paris. P.U.F. 1975.

Ecole, Classe et Lutte de Classes Paris. P.U.F. 1976.

Ou vont les pédagogies non-dlrec:tives? Paris. P.U.F. 1979.

Lajoie à l'éc:ole. Paris. P.U.F. 1981.

Testaniere, Jacques; Unes pédagogie populaire est-elle posslble? These d'Etat.

Sous direction de Raymond Boudon. Université Paris V. 2 V ois. Paris. 1971.

(Mimeografado).


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


INDEXADORES E BASES DE DADOS

GOOGLE ACADÊMICO

UCL INSTITUTE OF EDUCATION LIBRARY

PKP | INDEX

Tópicos Educacionais - ISSN 0101-8701 (impresso) 2448-0215 (on line)