O JORNAL BATISTA, O ESTANDARTE E REFERÊNCIAS PARA O ESTUDO DA EDUCAÇÃO PROTESTANTE NO BRASIL ENTRE 1893 E 1930

Paulo Julião da Silva

Resumo


O presente texto tem como objetivo trazer uma exposição das relações teórico-metodológicas das pesquisas que venho desenvolvendo desde o final do doutorado defendido na UNICAMP em fevereiro de 2016. Enfatizo os periódicos O Jornal Batista e O Estandarte como minhas principais fontes analisadas. Também trago um levantamento de uma bibliografia atualizada que auxilia na construção dos debates entre os sujeitos envolvidos nas discussões. A temática se insere dentro do campo da História Cultural, transitando entre religião e educação, buscando entender as relações entre esses dois campos e suas nuances, principalmente no que se refere as denominações Batista e Presbiteriana Independente.


Palavras-chave


Protestantes, O Jornal Batista, Estandarte, Educação, Religião

Texto completo:

PDF

Referências


ALENCAR, Gedeon Freire de. Matriz pentecostal brasileira: Assembléias de Deus 1911-2011. Rio de Janeiro: Novos Diálogos, 2013.

ALMEIDA, Jane Soares de. Missionárias norte-americanas na educação brasileira: vestígios de sua passagem nas escolas de São Paulo no século XIX. Revista Brasileira de Educação, São Bernardo do Campo, n. 35, v, 12 pp. 327 – 342, 2007.

ARAÚJO, João Pedro Gonçalves. História, tradições e pensamentos batistas. São Paulo: Fonte Editorial, 2015.

BATISTA, Ierson Silva. O discurso batista: considerações à luz da análise do discurso. São Paulo: Fonte Editorial, 2014.

BERGER, Peter L. O dossel sagrado: elementos para uma teoria sociológica da religião. São Paulo: Paulus, 2004.

BOURDIEU, Pierre. A economia das trocas simbólicas. São Paulo: Perspectiva, 2007.

CALVANI, Carlos Eduardo B. A educação no projeto missionário do protestantismo no Brasil. Revista Pistis Prax. Curitiba, v. 1, n. 1, Jan-Jun. 2009, pp. 53-69. p. 53.

CHARTIER, Roger. A História Cultural ⎯ entre práticas e representações, Lisboa: DIFEL, 1990.

CHARTIER, Roger. O mundo como representação. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0103-40141991000100010&script=sci_arttext. Acesso em: 03/03/2019.

FERREIRA, Valdinei. Protestantismo e modernidade no Brasil: da utopia à nostalgia. São Paulo: Editora Reflexão, 2010.

FOUCAULT, Michel. A Arqueologia do Saber. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2004.

FOUCAULT, Michel. Microfísica do poder. Organização e tradução de Roberto Machado. Rio de Janeiro: Edições Graal, 1979.

GASBARRO, Nicola. Missões: a civilização cristã em ação. In.: MONTERO, Paula (Org). Deus na aldeia: missionários, índios e mediação cultural. São Paulo: Globo, 2006, pp. 67-109.

LÉONARD, Émile G. O protestantismo brasileiro: estudo de eclesiologia e história social. São Paulo: ASTE, 2002.

MENDONÇA, Antonio Gouvêa. O celeste porvir: A inserção do protestantismo no Brasil. São Paulo: ASTE, 1995.

NASCIMENTO, Ester Fraga Vilas Boas Carvalho. Educar, curar, salvar. Um ilha de civilização no Brasil tropical. Tese (Doutorado em Educação). - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2005.

RAFAETA, Edvilson Cardoso. Luminoso farol: o Colégio Piracicabano e a educação feminina em fins do século XIX. 2008. - Dissertação (Mestrado em Educação). Programa de Pós- graduação em Educação da Faculdade de Educação da UNICAMP, Campinas, 2008.

RIBEIRO, Boanerges. Igreja Evangélica e República Brasileira (1889-1930). São Paulo: O Semeador, 1991.

SAVIANI, Dermeval. O legado educacional do “longo século XX” brasileiro. In: SAVIANI, Dermeval (et. al.). O legado educacional do século XX no Brasil. Campinas, SP: Autores Associados, 2004.

SEIXAS, Mariana Ellen Santos. Protestantismo, política e educação no Brasil: a propaganda do progresso e da modernização. Revista Brasileira de História das Religiões. Maringá, PR, Ano III, n. 7, 2010, pp. 333-358.

SILVA, Paulo Julião da. “Ensina o menino no caminho em que deve andar”: discursos, práticas e representações educacionais protestantes no Brasil (1893-1945). Projeto de pesquisa. Departamento de Fundamentos Sócio-filosóficos da Educação da Universidade Federal de Pernambuco, 2019.

SILVA, Paulo Julião da. Entre a evangelização e a política: a expansão missionária batista para o Brasil Central. Tese (Doutorado em História) - Programa de Pós-graduação em História da UNICAMP, Campinas, 2016.

SOARES, Caleb. 150 anos de paixão missionária: o presbiterianismo no Brasil. Santos (SP): Instituto de Pedagogia Cristã, 2009.

SOUZA, Alexandre Carneiro de. Pentecostalismo: de onde vem, para onde vai? Viçosa (MG): Ultimato, 2004.

SOUZA, José Roberto de. Presbiterianos x pentecostais: a reação da Igreja Presbiteriana do Brasil ao advento do pentecostalismo em Pernambuco (1920-1930). São Paulo: Fonte Editorial, 2016.




 

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.


                                         INDEXADORES

       
 
 
  
 
   
 
 
                                          BUSCADORES 
                                  


                                                      
                                           
                                              MÉTRICAS 
 
GOOGLE ACADÊMICO: https://scholar.google.com.br/citations?hl=pt-BR&user=BbrMvUMAAAAJ