O SISTEMA AGROFLORESTAL COMO PROPOSTA PARA O ENSINO DE CIÊNCIAS: REVALORIZANDO A DOCÊNCIA

Júlio Cézar Gama e Silva

Resumo


Em tempos de era digital, internet e mil formas de acesso à informação, a educação passa por um dilema que já é velho conhecido de nós, professores: Se reinventar. Inovações são necessidade, e o profissional da educação se vê no lugar de procurar novas formas de atingir o aprendizado, de otimizá-lo. Novas metodologias são propostas, onde o verbo “ensinar” renova-se. O presente artigo tem o objetivo de explanar sobre o uso de um sistema agroflorestal, modelo como metodologia ativa no ensino de ciências. Neste modelo, o aluno é confrontado em tempo real aos conceitos que estão nos livros e na sala de aula. O aluno é o principal agente do seu desenvolvimento cognitivo, e nessa perspectiva, essa metodologia se mostra promissora e inovadora. Discussões mundiais ponderam sobre as tendências para o ensino e, esta metodologia, se mostra também bastante contemplativa a estas tendências, reafirmando seu papel em “reinventar o ensinar”.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Av. Prof. Moraes Rego, 1235 - Cidade Universitária, Recife - PE, 50670-901.