AS REPRESENTAÇÕES SOCIAIS COMO REFERÊNCIA METODOLÓGICA PARA AS PESQUISAS QUALITATIVAS EM EDUCAÇÃO NO QUADRIÊNIO 2014-2018

Igor Moura Danieleviz e Silva, Josiane Peres Gonçalves

Resumo


Este artigo apresenta um mapeamento de teses e dissertações produzidas em alguns programas de pós-graduação em Educação entre 2014 a 2018. Os dados foram obtidos do repositório Biblioteca Digital de Teses e Dissertações (BDTD) do Brasil. Foram identificados os trabalhos que basicamente trouxeram como abordagem teórico-metodológica as Representações Sociais, considerando principalmente a perspectiva inaugural de Serge Moscovici e a visão de Denise Jodelet, que de acordo com a literatura, mais se aproxima do pensamento moscoviciano. A partir do uso dos descritores “Representações Sociais”, “Educação”, “Moscovici” e “Jodelet”, foi possível organizar a análise em algumas categorias em relação ao emprego da teoria. É visível que as Representações Sociais são tidas como um domínio em expansão, sobretudo no campo da Educação no Brasil. Nesta direção, o desafio é que a teoria continue sendo referência para as pesquisas nacionais e inspiração epistêmica para as diversas áreas do conhecimento.


Palavras-chave


Representações Sociais; Pesquisa Bibliográfica; Educação

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

 

INDEXADORES E BASES BIBLIOGRÁFICAS: