PRÁTICAS CONTEMPORÂNEAS DE DESIGUALDADE DE GÊNERO E QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO NO SERVIÇO PÚBLICO

Mariane Bezerra Nóbrega, Rodrigo Leite Farias de Araújo, Luiz Gustavo Paixão da Gama

Resumo


Este artigo teve como objetivo “analisar a ocorrência de práticas contemporâneas de desigualdade de gênero no Instituto Federal do Amapá campus Santana e a possível influência na Qualidade de Vida no Trabalho (QVT) dos ser vidores”. Foi observado o projeto “Roda de Conversa com a Reitora”, para verificar se ocorreriam situações de bropropriating, gaslighting , mansplaining e/ou manterrupting e aplicado aos servidores um questionário adaptado à realidade em questão . Nas rodas de conversas foram observadas práticas de bropropriating e manterrupting. Pode se dizer que o campus se encontra em um estágio satisfatório de QVT dos servidores e apresenta percepção de gênero positiva.

 

Abstract

This article aimed to analyze the occurrence of contemporary practices of gender inequality in the Federal Institute of Amapá campus Santana and the possible influence on the Quality of Life at Work (QVT). The project "Conversation Wheel with the Reitora" was observed, to verify if there would be situations of bropropriating, gaslighting , mansplaining and/or manterrupting , and applied to the servers a questionnaire adapted to the reality in question . In the results of the conversational wheels practices of bropropriating and manterrupting were observed. It can be said that campus is in a satisfactory stage of QVT of the servers and presents positive gender perception.


Keywords

Gender ine quality;Quality of life at work Public service; Contemporary practices.


Palavras-chave


Desigualdade de Gênero; Qualidade de Vida no Trabalho; Serviço Público; Práticas contemporâneas

Texto completo:

PDF

Referências


BOURDIEU, P. A Dominação Masculina . Rio de Janeiro: Bertr and Brasil, 3ª ed., 2003.

FREITAS, A. L. P.; SOUZA, R. G. B. Um modelo para avaliação da Qualidade de Vida no Trabalho em universidades públicas . Revista Eletrônica Sistemas & Gestão, v. 4, n. 2, p. 136 154, 2009.

HACKMAN, J. R.; OLDHAM, G. R. Developmen t of the job diagnostic survey . Journal of Applied Psychology, v. 60, n. 2, p. 159 170, 1975.

HONÓRIO, L. C; MARQUES, A. L. Reforma estrutural das telecomunicações no Brasil: um estudo sobre a qualidade de vida no trabalho em uma empresa de telefonia celu lar . Revista de Administração, São Paulo, v.36, n.2, p.57 66, abr./jun., 2001.

HUSE, E. F.; CUMMINGS, T. G. Organization development and change . 3. ed. St Paul: Minn , 1985.

MARQUES, L. Violência contra as mulheres nos locais de trabalho: DENUNCIE, COMBAT A PARE! 1 ed. São Paulo SP: ISP BRASIL, p. 4 5 2016.

MOVIMENTO MULHER 360. MM360 explica os termos gaslighting , mansplaining , manterrupting e bropropriating 2016 . Disponível em: http://movimentomulher360.com.br/2016/11/mm360-explica-os-termos-gaslighting-mansplaining-bropriating-e-manterrupting/. Acesso em 25 de junho de 2018.

MOORE, H. Understanding sex and gender . In: T. Ingold (ed.). Companion Encyclopedia of Antrhropology: Humanity, culture and social life. Londres: Routledge 1997 .

NADLER, D. A LAWLER, E. E. Quality of work life: perspectives and directions . Organizational Dynamics, v. 11, n. 3, p. 20 30 , 1983.

MARCONI, M. A. LAKATOS, E. M. Técnicas de Pesquisa . 7 ed. São Paulo: Atlas , 2015

___________. Fundamentos de metodologia cient ífica . 8 ed. São Paulo: Atlas 2017.

NÓBREGA, M. B.; ARAÚJO, R. L. F.; GAMA, L. G. P. Proposta de modelo de análise da (des)igualdade de gênero e QVT no serviço público. Revista de Administração Educacional, v. 9, p. 122-138, 2018.

REEVES, A. N. Mansplaining , Manterrupting & Bropropriating : Gender Bias and the Pervasive Interruption of Women . Yellow Paper Series, Nextions 2015.

SCOTT, J. W. Gender and the politics of history . New York: Columbia University Press 1989

SCOTT, J. Uma categoria útil de an álise histórica . In: Educação e Realidade, número especial mulher e Educação. v. 15 , p. Porto Alegre , 1990.

THINK OLGA. O machismo também mora nos detalhes , 2015 . Disponível em:

http://thinkolga.com/2015/04/09/o machismo tambem mora nos detalhes/. A cesso em 25 de junho de 2018

VASCONCELOS, A. F. Qualidade de vida no trabalho: origem, evolução e perspectivas. Caderno de Pesquisas em Administração , São Paulo, 8, n. 1, p. 23 25, jan./mar , 2001

VILAS BOAS, A. A.; MORIN, E. M. Stress no Trabalho, B em Estar Psicológico e Comprometimento com o Trabalho: Efeitos e Relações com a Qualidade de Vida no Trabalho . In: ROSSI, A. M. MEURS, J. A.

PERREWÉ, P. L. (Orgs.). Stress e qualidade de vida no trabalho: Stress Interpessoal e Ocupacional. São Paulo: Atl as, p. 119 140 , 2015

WALTON, R. E. Quality of Working Life: What is it? Sloan Management Review, n. 15, v. 1, p. 11 21, 1973

WERTHER, W. B. DAVIS, K. Administração de pessoal e recursos humanos . Tradução de Auriphebo Berrance Simões. São Paulo: McGraw Hill do Brasil , 1983

WESTLEY, W. A. Problems and Solutions in the Quality of Working Life . Human Relations, v. 32, p. 113-123, 1979.




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

INDEXADORES E BASES BIBLIOGRÁFICAS: