MORNO, FRIO OU QUENTE? efeitos do clima organizacional entre docentes de uma escola municipal

Andréa Maria SILVA, Márcia Valéria PRADO, Luís Carlos Marques SOUSA

Resumo


Este artigo relata um estudo, com abordagem qualitativa, focado nos efeitos do clima organizacional de uma escola pública municipal sobre a atuação dos seus docentes. A partir da aplicação de um questionário, foi corroborado o entendimento de que o clima organizacional exerce ponderável influência no desempenho dos membros de uma organização e, no caso da pesquisa, no desempenho dos docentes. Os resultados evidenciaram que o clima escolar deve ser objeto de permanente atenção por parte da função gestora, quer no imediato espaço escolar, quer nas instâncias centrais dos sistemas educacionais.


Palavras-chave


Gestão escolar; Clima organizacional; Gestão do clima organizacional; Desempenho docente.

Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, Alda. O planejamento de pesquisas qualitativas em educação. Cadernos de Pesquisa. São Paulo, n. 77, p. 53-61, mai.1991

BARDIN, L. Análise de Conteúdo. Portugal: Edições 70, 2009.

BRASIL. Constituição Federal de 1988. edição atualizada. São Paulo: Oliveira Mendes,1998.

BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Lei 9.394/96. Brasília, 1996a,disponível em http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm. Consultado em

/11/2019.

DECOTTIS, T. A; KOYS, D. J. Inductive measures of psychological climate. Human Relations, 44 (3), 265-285, 1991.

FERREIRA, Patrícia Itala. Clima organizacional e qualidade no trabalho. Rio de Janeiro:LTC ,2013.

GIL. Antonio C. Como elaborar projetos de pesquisa. 5a. ed. São Paulo: Atlas 2008

GOMES, Alcindo P.; QUELHAS, Osvaldo L. G. Motivação dos recursos humanos no serviço público: um estudo de caso sob dois ângulos teóricos. 2003. Disponível em:

https://seer.ufrgs.br/read/article/view/42647/27032. Acesso em: 22 de outubro de 2019.

LAROCCA, Priscila. Trabalho, satisfação e motivação docente: um estudo exploratório com professores da educação básica. 2011. Disponível em:

https://educere.bruc.com.br/CD2011/pdf/5429_2605.pdf. Acesso em 22 de outubro de 2019.

LUZ, Ricardo. Gestão do Clima Organizacional. Rio de Janeiro: Qualitymark, 2012.

MONTENEGRO, Sandra. A gestão escolar e o clima organizacional da escola. Construir notícias, 2019, ed. 57. Disponível em: https://www.construirnoticias.com.br/a-gestao-escolare-o-clima-organizacional-da-escola/. Acesso em: 25 de outubro de 2019.

RIZZATI, Gerson. Categorias de análise de clima organizacional em universidades federais brasileiras. 2002. 307 f. Tese (Doutorado em Engenharia de Produção) -Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2012.

RUGGIERO, Alberto Piro. Qualidade na comunicação interna. São Paulo: Rh, 2002.

SILVA, Jerônimo Jorge Cavalcante. Gestão Escolar Participada e Clima Organizacional. Gestão em Ação – Salvador, v.4, n.2, p.49-59 (julho-dezembro 2001).

SOUSA, Luis Carlos Marques. Cultura Organizacional e educação: tematizando desafios e possibilidades. Curitiba: CRV, 2018.

VALERIEN, Jean; DIAS, José Augusto. Gestão da escola fundamental: subsídios para análise e sugestões de aperfeiçoamento. 8 ed. São Paulo: Cortez, 2002.




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

 

INDEXADORES E BASES BIBLIOGRÁFICAS: