Concepções e práticas de gestão escolar democrática na educação básica no Brasil

Walkiria de Fátima Tavares de Almeida, Julieta Beserra da Silva

Resumo


O presente artigo busca compreender as concepções e práticas de gestão escolar democrática na educação básica no Brasil. Parte-se do pressuposto de que, vive-se numa sociedade com princípios democráticos, sendo a escola o lugar para o desenvolvimento de práticas democráticas. Na pesuisa tilizou-se como metodologia a leitura crítico-reflexivo de obras sobre a temática e  pesquisa  de  campo. Dentre os teóricos estudados destacam-se: Paro (1996, 1997, 2005); Libâneo (2004, 2015) e outros, que auxiliaram na compreensão da análise dos dados.  Assim, constata-se que, atualmente a gestão escolar, não tem permitido uma maior participação de todos os seus agentes na tomada de decisões. Sugere-se que a escola precisa garantir a autonomia de todos os envolvidos no processo de ensino e aprendizagem, se organizando, para que finalmente possibilite o desenvolvimento de uma verdadeira ação democrática.


Texto completo:

121-136

Referências


BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF, Senado, 1998.

___________. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, Lei 9394/96. 1996.

CHARLOT, Bernard. Relação com o saber, formação dos professores e globalização: questões para a educação hoje. Porto Alegre: Artmed. 2005.

CHIAVENATO, Idalberto. Teoria Geral da Administração. Rio de Janeiro: Campus. 2012.

COLOMBO, Sônia Simões. Escola de Sucesso: Gestão Estratégica para Instituições de Ensino. São Paulo: 2011.

COSTA, Jorge Adelino. Imagens Organizacionais da Escola. Lisboa: Edições Asa. 1996.

FERREIRA, Naura Syria Carapeto. Gestão Democrática da Educação: Atuais Tendências Novos Desafios. 3ª ed. São Paulo: Cortez, 2001.

__________. (Org.). Gestão Democrática da educação: atuais tendências, novos desafios. São Paulo: Cortez, 1998, p. 97-115.

FORTUNA, T.R. A formação lúdica e docente e a universidade. 2011. Tese de doutorado. Disponivel em: http://www.lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/35091/000793590.pdf. Acesso 03/08/17.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. 25. ed. São Paulo: Paz e Terra, 1996. (Coleção leitura).

GADOTTI, Moacir. Convite à leitura de Paulo Freire. São Paulo: Scipione. 2014.

GOMES, Napoldina Sanches. Liderança como factor de sucesso na gestão escolar: O caso da Escola Secundária “Amor de Deus. 2012. Disponível em : Acesso em: 19/08/2017.

LIBÂNEO, J.C. Organização e Gestão da Escola: Teoria e Prática, 5. ed. Goiânia, Alternativa, 2004.

_________. Organização e gestão da escola – Teoria e prática, Ed. Alternativa. 2015.

MATTOS, Junot Cornélio. Em toda parte e em nenhum lugar: a formação pedagógica do professor de filosofia. Recife: FASA, 2005.

NÓVOA, A. Vidas de Professores. 2. ed., Porto Editora, Porto. (Coleção Ciências da Educação),1995.

OLIVEIRA, Maria Tereza Cestari de. (2014). A LDB e o contexto nacional: o papel dos partidos políticos na elaboração dos projetos- 1988 a 1996, tese de Doutorado, UNICAMP. Disponível: www.histedbr.fe.unicamp.br/acer_histedbr/seminario/seminario4/.../trab077.rtf. Acesso em 18/09/2107.

OLIVEIRA, M. A. M. (org) Gestão Educacional – Novos Olhares Novas abordagens, Petrópolis, RJ: Vozes, 2005.

PARO, V. H. Administração escolar e qualidade de ensino: o que os pais ou responsáveis têm a ver com isso? In Bastos, Joao Baptista (org) Gestão democrática, Ed. DP & A, 3º edição, 1997.

__________. Gestão democrática na escola pública. São Paulo: Ática, 2001.

__________. Administração Escolar – Introdução Crítica. 13. ed. São Paulo: Cortez, 2005.

RIOS, Dermival Ribeiro. Minidicionário escolar de língua portuguesa. São Paulo – SP: 2009.

SPÓSITO, M. P. Educação, gestão democrática e participação popular. In: BASTOS, J. B. (org.) Gestão democrática. Rio de Janeiro: DPA, 2005.

TARDIF, Maurice. Saberes docentes e formação profissional. Petrópolis, RJ: Vozes, 2002.

VEIGA, Ilma Passos Alencastro. (Org.) Projeto Político Pedagógico – Uma Construção Possível. Campinas, SP: Papirus, 1997.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Cadernos de Estudos e Pesquisa na Educação Básica - ISSN: 2447-6943

Indexadores: