Universidade e Escola Parceiras num Processo Formativo

Eurivalda Ribeiro dos Santos Santana, Sintria Labres Lautert, José Aires de Castro Filho, Ernani Martins Santos

Resumo


Este estudo objetiva analisar ações realizadas pela rede E-Mult na articulação entre a investigação, a sala de aula, a produção científica, as perspectivas e conhecimentos dos professores, levando em conta os seus reflexos para a atividade acadêmica e para a formação do professor que ensina matemática. Utiliza como elemento de análise os resultados das ações do projeto de pesquisa intitulado “Um estudo sobre o domínio das Estruturas Multiplicativas no Ensino Fundamental (E-Mult)”, desenvolvido no âmbito do Programa Observatório da Educação. Participaram de um processo formativo 84 professores de 11 escolas públicas localizadas em três estados brasileiros, a saber: Bahia, Pernambuco e Ceará. Os resultados advém de uma análise descritiva e interpretativa da entrevista semiestruturada com 12 professores do ensino fundamental que participaram do processo formativo. Além disso, há uma discussão sobre as produções científicas realizados na Rede E-Mult, evidenciadas na forma de teses, dissertações e artigos publicados em periódicos e anais de eventos. No que diz respeito à perspectiva dos professores, após a realização do processo formativo, suas perspectivas passaram a ser positivas, assumindo novas posturas a respeito do conhecimento da Matemática Escolar, dos estudantes e de seus processos de aprendizagem.


Palavras-chave


OBEDUC; Processo formativo; Conhecimento matemático; Estruturas multiplicativas; Produção científica

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.36397/emteia.v9i1.234985

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

ISSN 2177-9309

Contato: revista.emteia@ufpe.br