O Raciocínio Algébrico no Ensino Fundamental: O debate a partir da visão de quatro estudos

Sandra Magina, Caio Fabio dos Santos de Oliveira, Vera Lucia Merlini

Resumo


Este artigo tem por objetivo promover uma discussão sobre introdução da álgebra nos anos iniciais, a partir da visão de estudantes – que responderam a um teste envolvendo situações que traziam conceitos elementares da álgebra nelas embebidos ou que participaram por uma intervenção de ensino para trabalhar conceitos funcionais – e de professores pedagogos que atuam nesse nível de escolarização e que participaram de uma formação em serviço. Os conceitos aqui tratados são: sequência de padrões, interpretação de símbolos, equação e relação funcional, cada um deles  discutido a partir de uma situação-problema proposta seja aos estudantes, seja a professoras dos anos inicias. Os resultados parciais obtidos nessas quatro situações, em especial no que tange às estratégias utilizadas, enriquecem as discussões do artigo, as quais, sempre que possível, são comparadas com resultados de estudos correlatos. O artigo conclui que é possível introduzir a EA nos anos iniciais escolas, dependendo de como será trabalhado e que a representação pictórica é uma ferramenta poderosa que precisa ser levada em consideração pelo professor. Contudo, não basta propor a introdução de conceitos algébricos nos anos iniciais, tampouco mudar o currículo, é preciso principalmente preparar os professores, responsáveis por implantar efetivamente tal currículo, sobretudo dos anos iniciais.

Palavras-chave


Early Algebra; Ensino Fundamental; Representação Pictórica

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.36397/emteia.v9i1.235070

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

ISSN 2177-9309

Contato: revista.emteia@ufpe.br