A AULA DE CAMPO NO ENSINO DA GEOGRAFIA: EXPERIÊNCIAS COTIDIANAS NA CIDADE PARA CONSTRUÇÃO DE APRENDIZAGENS

Myrian Cristina Santos de Jesus, Mateus Ferreira Santos

Resumo


Este artigo apresenta contribuições a respeito da aula de campo no ensino básico da Geografia, além de apontar percursos metodológicos que podem ser adotados pelos professores da educação básica. É necessário perceber as mudanças que ocorrem na sociedade, tornando-se imprescindível para a compreensão e a construção do conhecimento espacial, além de favorecer o exercício da cidadania. O ensino de Geografia, enquanto conjunto de saberes que permitem a sociabilidade deve ser capaz de propor ao aluno o reconhecimento da cidade como palco de aprendizagens. A cidade e seus fenômenos precisam ter espaço na sala de aula, no intuito de conduzir o aluno a reconhecer-se como sujeito deste espaço, não de forma passiva, mas como cidadão e agente transformador. Para isso, foi feito uma pesquisa de cunho bibliográfico no intuito de dialogar com autores que discutem sobre o ensino de Geografia e a aula de campo, apresentando diferentes possibilidades metodológicas que podem ser utilizados por docentes da rede pública e privada, dispostos a promover aos seus alunos um ensino dinâmico, interativo e reflexivo, cuja teoria possa ser vivenciada durante a aula de campo.

Palavras-chave


Ensino de Geografia; Aula de Campo; procedimentos didáticos; cidadania

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais: geografia / Secretaria de Educação Fundamental. Brasília: MEC/ SEF, 1998.

BRASIL, Lei nº 13.415/2017 de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Ministério da Educação. Brasília: MEC, 2017.

BENTO, I. P. Ensinar e Aprender Geografia: pautas contemporâneas em debate. Revista Brasileira de Educação Geográfica, Campinas, V. 4, n.7, p.143-157, jan/jun., 2014.

BRAUN, A. M. S. Rompendo os Muros da Sala de aula: O trabalho de campo como uma linguagem no Ensino de Geografia. 2005. Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Porto Alegre – RS, 2005. Disponível em. Acessado em 02 de abril de 2019.

CASTELLAR, S. M. V. A Superação dos limites para uma educação geográfica significativa: um estudo sobre a e na cidade. Revista Geográfica de América Central, Número Especial EGAL, Costa Rica, II Semestre, 2011, p. 1-25.

CAVALCANTI, L. de S. A geografia escolar e a cidade: Ensaios sobre o ensino de geografia para a vida urbana cotidiana. Campinas, SP: Papirus, 2012.

CITON, R. C.; SHINOBU, P. F.P. Aula de campo como espaço de construção do saber geográfico. Revista Eletrônica Pro-Docência/UEL. Edição n° 5, vol. 1, jun./dez., 2013.

FREIRE, P. Observação Registro Reflexão – Instrumentos metodológicos – Séries Seminários. São Paulo: PND – produções gráficas, 1996.

OLIVEIRA, C. D. M.; SOUZA, R. J. S. A. As travessias da aula de campo na geografia escolar: a necessidade convertida para além da fábula. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 35, n.1, p. 195-209, jan./abr. 2009.

PEREIRA, Z. R; PAULA, F. M. de Assis. Contribuições e possibilidades para o ensino de geografia: a cidade e espaço urbano como pressupostos da cidadania. Porto Alegre, AGB – EGAL, 2010.

SANTOS, Milton. Metamorfose do espaço habitado: Fundamentos Teórico e Metodológico da Geografia. Hucitec. São Paulo 1988.

SILVA, J. S. R.; SILVA, M. B.; VAREJÃO, J. L. Os (des)caminhos da educação: a importância do trabalho de campo na geografia. VÉRTICES, Campos dos Goytacazes/RJ, v. 12, n. 3, p. 187-197, set./dez. 2010.

SOUZA, S. O.; CHIAPETTI, R. J. N. O Trabalho de Campo como estratégia ao ensino de Geografia. Revista de Ensino de Geografia, v. 3, p. 3-22, 2012.

TOMITA, L. M. S. Trabalho de campo como instrumento de ensino em Geografia. Geografia (Londrina). V. 8, N. 1, Jan-Jun, Londrina, 1999, p. 13-15.

VEIGA, L. A.; SILVA, A. L.; ALIEVI, A. A. Ensino e Geografia: trabalho de campo e análise da paisagem. II Simpósio Paranaense de Estudos Climáticos e XIX Semana de Geografia. Maringá, 20 a 24 de Setembro de 2010.

VIVEIRO, A. A.; DINIZ, R.E.S. As atividades de campo no ensino de ciências: reflexões a partir das perspectivas de um grupo de professores. In: NARDI, R. Ensino de ciências e matemática, I: temas sobre a formação de professores. São Paulo: Editora UNESP; São Paulo: Cultura Acadêmica, 2009.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista Ensino de Geografia (Recife)



INDEXADORES E BASE DE DADOS

 

 
 http://diadorim.ibict.br/bitstream/1/1678/1/azul.jpg