A estética da personagem de horror no Brasil: reflexões sobre Zé do Caixão e O Morto do Pântano

Giovani Pagliusi Lobato e Moura, Marcelo Briseno Marques de Melo

Resumo


Esse artigo busca entender as personagens ficcionais Zé do Caixão e O Morto do Pântano como referências de estrutura e de estilo do gênero horror nas histórias em quadrinhos brasileiras. Por um escopo metodológico baseado em leitura observativa, serão tratados aspectos dessas personagens cujas referências se encontram na literatura clássica ocidental. Para chegarmos a essas referências, pretende-se traçar um breve panorama histórico do horror e de suas personagens em três correntes históricas correlacionadas da literatura: 1. No séc. XIII, enquanto roupagem de controle religioso-social, que causava sentimentos de medo e respeito pelo sobrenatural; 2. No começo do séc. XIX, enquanto gênero literário consolidado, que oferecia originalidade e autonomia para as narrativas; 3. Do séc. XIX em diante, com a proliferação do horror enquanto referência artística e de consumo massificado.


Palavras-chave


Horror; Terror; Histórias em Quadrinhos; Zé do Caixão; O Morto do Pântano

Texto completo:

PDF

Referências


ALIGHIERI, Dante. A Divina Comédia: Inferno. São Paulo: Ed. 34, 1998.

BAGNARIOL, Piero. ALIGHIERI, Dante. A Divina Comédia em quadrinhos. São Paulo: Editora Peirópolis, 2011.

CARROLL, Noel. A filosofia do horror ou paradoxos do coração. Campinas: Papirus, 1999.

JUNIOR, Gonçalo. Enciclopédia dos Monstros. São Paulo: Ediouro, 2008.

LOVECRAFT, Howard Phillips. O horror sobrenatural na literatura. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1987.

MANN, Carlos (Org.). O morto do pântano. São Paulo: Opera Graphica Editora, 2005.

MELO, Marcelo Briseno Marques de. Autópsias do horror: a personagem de terror no Brasil. São Paulo: LCTE Editora; FAPESP, 2011.

RADCLIFFE, Ann. On the supernatural in poetry. The New Monthly Magazine, v. 7, p. 145-152, 1826. Disponível em: . Acesso em: 27 fev. 2019.

SANTOS NETO, Elydio dos. Os quadrinhos poético-filosóficos de Gazy Andraus: Provocações de uma visão crítica, espiritual e afirmativa da vida. In: XXX Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação, 2007, Santos. Anais... São Paulo: Intercom, 2007. Disponível em: . Acesso em: 3 fev. 2019.

SÜSSEKIND, Pedro. Friedrich Schiller: do sublime ao trágico. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2011.

SILVA, Luciano Henrique Ferreira da. O gênero de horror nos quadrinhos brasileiros: linguagem, técnica e trabalho na consolidação de uma indústria – 1950-1967. 2012. 316 f. Tese (Doutorado em Tecnologia) – Programa de Pós-Graduação em Tecnologia, UTP, Curitiba, 2012.




DOI: https://doi.org/10.34176/icone.v17i3.242278

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Sem derivações 4.0 Internacional.

Licença Creative Commons

A Revista Ícone está sob uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial CC BY-NC 4.0.

Classificação de Periódicos 2013-2016, CAPES: B4 (Comunicação e Informação)

ISSN 2175-215X

© 1996-2019 Revista Ícone
Programa de Pós-Graduação em Comunicação, UFPE
Av. da Arquitetura, s/n – Cidade Universitária
CEP 50.740-550 Recife (PE), Brasil