Uma prática docente inspirada na pedagogia freireana: a experiência na cátedra Paulo Freire da PUC - SP

Ana Maria Saul, Alexandre Saul

Resumo


O  texto  apresenta  o  trabalho  de  docência  desenvolvido  na  Cátedra  Paulo  Freire  da PUC-SP, realizado no 1º semestre de 2016, com 32 doutorandos e mestrandos. Essa experiência  objetivou  contribuir  para  o  desenvolvimento  profissional  de  educadores, alunos  da  Cátedra,  nas  dimensões  de  ensino  e  pesquisa,  e  concretizar  princípios teórico-metodológicos  da  pedagogia  freireana.  Um  trabalho  de  leitura  de  realidade possibilitou  levantar  o  universo  temático  do  grupo-classe,  dando  origem  a  uma programação   educativa   dialógica,   por   meio   da   qual   se   pretendeu   apreender criticamente o real, e a interdependência intrínseca entre os conteúdos estudados e a concretude  dos  problemas  de  pesquisa  e  das  práticas  pedagógicas  dos  estudantes. Os  principais  resultados  obtidos  puderam  ser  evidenciados  em  produções  de  textos dos alunos, que demonstraram a apropriação de referenciais freireanos trabalhados no
curso, a serem incorporados em suas Dissertações e Teses.

Texto completo:

PDF

Referências


FIORENTINI, Dario.

Pesquisar práticas colaborativas ou pesquisar colaborativamente?

In: BORBA, Marcelo de Carvalho; ARAÚJO, Jussara de Loiola (Orgs.).

Pesquisa qualitativa em educação matemática. Belo Horizonte: Editora

Autêntica, 2013. p. 53-86.FREIRE, Paulo. A educação na cidade. São Paulo: Editora Cortez, 1991.

______. À sombra desta mangueira. São Paulo: Editora Olho D’água, 1995.

______. Ação cultural para a liberdade e outros escritos. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1981.

______. Cartas à Guiné-Bissau – registros de uma experiência em processo . São Paulo: Paz e Terra, 1977.

______. O professor universitário como educador. Estudos Universitários: Revista de Cultura da Universidade do Recife, Recife: Imprensa Universitária, v. 1, 1962.

______. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa

. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1997.

______.

Pedagogia da esperança: um reencontro com a Pedagogia do oprimido.

Rio de Janeiro: Editora Paz e Terra, 1992.

______.

Pedagogia do oprimido. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1987.

______. Política e educação. São Paulo: Editora Cortez, 1993. IMBERNÓN, Francisco. Formação docente e profissional: formar-se para a mudança e a incerteza. Questões da nossa época. São Paulo: Editora Cortez, 2004.

SAUL, Ana Maria; SAUL, Alexandre. Mudar é difícil, mas é necessário e urgente: um novo sentido para o projeto político pedagógico da escola.

Revista Teias, v.14, n. 33, p.102-120. Dossiê Especial, 2013.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Revista Interritórios